Entrevista com o presidente da Dersa, Delson Amador, sobre o Rodoanel Mário Covas

Durante a reportagem especial sobre o Trecho Sul do Rodoanel, o Portal Transporta Brasil realizou uma entrevista com o presidente da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S. A.), Delson Amador. Leia a íntegra:

Entrevista com Olavo Erineu Braido, especialista em transportes frigorificados
Empresas de escolta e segurança eletrônica veem crescimento de demanda
Plantão Covid-19 – episódio 39 – Transportadores na retomada – Rodonaves

Durante a reportagem especial sobre o Trecho Sul do Rodoanel, o Portal Transporta Brasil realizou uma entrevista com o presidente da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S. A.), Delson Amador. Leia a íntegra:

Portal Transporta Brasil: Que resultados o governo espera em relação à fluidez do trânsito na região metropolitana com a inauguração do Trecho Sul do Rodoanel?

Delson Amador: Como todos sabem, em um diagnóstico consensual, o Rodoanel como um todo, e particularmente o trecho que está em execução, que é o Trecho Sul, são extremamente relevantes para o escoamento do transporte pesado de cargas na região metropolitana. A questão do transporte de cargas e o acesso ao Porto de Santos serão sem dúvida nenhuma as que mais se beneficiarão com o Trecho Sul do Rodoanel, pelo fato de integrar as rodovias que acessam hoje o Trecho Oeste, já em operação, com as rodovias Anchieta e Imigrantes, que são as rodovias mais importantes ao acesso ao Porto de Santos. Nesse sentido, o trabalho que está sendo feito e os estudos que realizamos demonstram que o transporte de cargas passará a ter, a partir daí, uma via de acesso ao Porto em muito melhores condições do que a que hoje existe através da área urbana e, em contrapartida, também irá representar um alívio importante no trânsito da região metropolitana, pois haverá uma otimização do fluxo em transporte de cargas pelo Rodoanel e de veículos de passeio pela área urbana. Eixos como as Marginais e a Avenida dos Bandeirantes são vias urbanas com grandes congestionamentos, irão se beneficiar bastante com a obra.

Portal Transporta Brasil: O Rodoanel é a grande salvação do trânsito de São Paulo?

Delson Amador: Eu diria que ele contribuirá para minorar o pesado constrangimento que existe hoje no fluxo de veículos na área urbana. Ele sozinho obviamente não será a solução de todos os problemas de trânsito que afetam a região metropolitana. Como todos sabemos, o Rodoanel também foi concebido em seu projeto com os segmentos Leste e Norte, de forma a permitir uma melhoria na circulação no entorno da região metropolitana, há estudos sobre intervenções na própria malha urbana.

Portal Transporta Brasil: Após a conclusão do Trecho Sul, qual será o próximo passo?

Delson Amador:  O Governo do Estado, por meio da Dersa, já vem trabalhando e desenvolvendo projetos para o Trecho Leste do Rodoanel, que permitirá, em continuidade com o Trecho Sul, a interligação dos dois segmentos, Oeste e Sul, à Dutra, Ayrton Senna e outras rodovias, permitindo que o fluxo de transportes possa transpor a cidade sem acessar a malha viária urbana. Esta integração ajudará na redução dos custos do transporte de cargas que passa por São Paulo para acessar outras regiões do Brasil. O Trecho Leste está sendo modelado para ser construído seguindo um modelo de concessão, ou seja, a concessão irá atribuir ao futuro concessionário as obrigações para se fazerem os investimentos para a construção deste Trecho.

Portal Transporta Brasil: Quanto ao Trecho Sul, haverá a cobrança de pedágio, como ocorre no Trecho Oeste?

Delson Amador: Isso está sendo estudado. Como todos sabem, o Trecho Sul, diante de sua urgência e necessidade, por decisão do Governo do Estado, está sendo construído dentro do modelo clássico de investimento direto, com recursos do Estado e da União e a intenção é, uma vez implementado, fazer os estudos para se fazer uma concessão para viabilizar o projeto do Trecho Leste. É praticamente certo que será necessária a cobrança de pedágio no Trecho Sul.

Voltar

COMMENTS