Perícia comprova fraude no transporte de combustível

A perícia foi realizada nesta quarta-feira, 17 de setembro, na base de inspeção de veículos-tanque do Ipem em Guarulhos

Fazenda prorroga prazo de adesão ao programa de parcelamento do ICMS
Exportações de veículos pelo Porto de Paranaguá cresceram 59,7% em agosto
Navegantes atingirá 1 milhão de contêineres

O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP), autarquia vinculada à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, constatou fraude em caminhão que fornecia combustível para postos na Grande São Paulo. A perícia foi realizada nesta quarta-feira, 17 de setembro, na base de inspeção de veículos-tanque do Ipem em Guarulhos.

Dentro do tanque do veículo, com capacidade para transportar 15 mil litros, os fiscais encontraram quatro bombonas plásticas capazes de reter até 222,6 litros a cada transporte de combustível, lesando o cliente que adquiriu o produto.

A irregularidade foi primeiramente verificada em blitz realizada na terça-feira, 16 de setembro, na Base da Casa Verde da Polícia Militar, na Marginal do Tietê, em conjunto com a Subcomissão de Estudos e Prevenção de Acidentes no Transporte de Produtos Perigosos da Região Metropolitana de São Paulo, da qual o Ipem participa. Na ocasião, durante inspeção visual os fiscais se depararam com furos na parte de baixo do tanque, com resíduos de vazamento.

O veículo teve o certificado de inspeção apreendido, o proprietário foi autuado e a multa pode chegar até a R$ 50 mil. O caminhão da marca Mercedes Benz, placa KCL 91733, da Cidade de São Paulo, foi em seguida escoltado pela Polícia Militar até o Ipem de Guarulhos, onde os técnicos realizaram a perícia na manhã desta quarta-feira.

O exame constatou que as entradas serviam para acionar o fechamento dos compartimentos extras no interior do tanque utilizados para reter parte do combustível transportado, no momento da descarga no posto.

Link para a matéria

COMMENTS