Perícia comprova fraude no transporte de combustível

A perícia foi realizada nesta quarta-feira, 17 de setembro, na base de inspeção de veículos-tanque do Ipem em Guarulhos

Porto do Pecém bate novo recorde de movimentação de contêineres
Licenciamento será bloqueado em SP para quem deve multa em outro estado
FedEx reduz preços para crescer entre as pequenas e médias

O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP), autarquia vinculada à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, constatou fraude em caminhão que fornecia combustível para postos na Grande São Paulo. A perícia foi realizada nesta quarta-feira, 17 de setembro, na base de inspeção de veículos-tanque do Ipem em Guarulhos.

Dentro do tanque do veículo, com capacidade para transportar 15 mil litros, os fiscais encontraram quatro bombonas plásticas capazes de reter até 222,6 litros a cada transporte de combustível, lesando o cliente que adquiriu o produto.

A irregularidade foi primeiramente verificada em blitz realizada na terça-feira, 16 de setembro, na Base da Casa Verde da Polícia Militar, na Marginal do Tietê, em conjunto com a Subcomissão de Estudos e Prevenção de Acidentes no Transporte de Produtos Perigosos da Região Metropolitana de São Paulo, da qual o Ipem participa. Na ocasião, durante inspeção visual os fiscais se depararam com furos na parte de baixo do tanque, com resíduos de vazamento.

O veículo teve o certificado de inspeção apreendido, o proprietário foi autuado e a multa pode chegar até a R$ 50 mil. O caminhão da marca Mercedes Benz, placa KCL 91733, da Cidade de São Paulo, foi em seguida escoltado pela Polícia Militar até o Ipem de Guarulhos, onde os técnicos realizaram a perícia na manhã desta quarta-feira.

O exame constatou que as entradas serviam para acionar o fechamento dos compartimentos extras no interior do tanque utilizados para reter parte do combustível transportado, no momento da descarga no posto.

Link para a matéria

COMMENTS