Software promete solução para o caos no trânsito

De acordo com o representante da Citilabs, o Cube já é usado em 70 países, em cerca de 2,5 mil instituições

Comissão do Senado debate uso de películas de proteção em carros
Ponte é saída para não pagar pedágio
Anac decide proibir vôos internacionais de jatos executivos em Congonhas

Um software da empresa americana Citilabs que promete ser a solução para o caos no transporte público e no trânsito das grandes cidades foi apresentado ontem (14), em Curitiba, a empresários, entidades governamentais e a professores de universidades. De acordo com a representante do produto no país, a Tectrans, a nova geração da suíte de aplicativos Cube, que chega à versão 5, é uma ferramenta para ajudar no planejamento urbano a longo prazo.

Segundo o diretor operacional da Tectrans, Eraldo Constanski, o Cube 5 poderia ser utilizado em Curitiba, por exemplo, para verificar o impacto do uso do solo ao longo da Linha Verde ou para verificar o efeito de pôr ou não trincheiras em cada cruzamento da nova avenida. O programa também pode calcular o impacto do aumento da tarifa no transporte público em relação à perda de usuários ou se haverá degradação de determinada área.

No Rio, o Cube ajuda na elaboração do projeto do trem-bala. Em Florianópolis (SC), é usado na confecção do plano diretor rodoviário.

Durante o workshop de apresentação, o coordenador-geral da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), Alcidino Pereira, demonstrou interesse no produto. Já a utilização do Cube pela prefeitura da capital paranaense é menos cogitada.

De acordo com o representante da Citilabs, o Cube já é usado em 70 países, em cerca de 2,5 mil instituições. Cada licença do produto (para cada computador) é vendida a US$ 16 mil. A empresa oferece uma licença gratuita por universidade na capital paranaense, para ser utilizada em cursos de Engenharia Civil.

Link para a matéria

COMMENTS