Candidatos à prefeitura de Guarulhos fazem propostas para a infra-estrutura dos transportes

Oito candidatos à prefeitura de Guarulhos participaram de debate e expuseram suas propostas para a cidade, um dos mais importantes pólos logísticos da América do Sul

Acidentes diminuem 10% e mortes recuam 21,8% nas rodovias concedidas de São Paulo
Vendas de caminhões seguem em ritmo de crescimento
Tudo azul nas terras do Tio Sam, mas depende da NAFTA

Em um evento realizado nesta segunda-feira (11) no hotel Caesar Park, próximo ao Aeroporto Internacional, oito candidatos à prefeitura de Guarulhos participaram de um debate em que expuseram suas propostas de governo para as principais áreas da administração pública. Guarulhos é a maior cidade não-capital do Brasil e um dos pólos logísticos mais importantes da América do Sul.

Estiveram presentes no evento empresários com base na cidade, como Celso Masson, da Cetramaq, e Celso Salgueiro e Dalton Salgueiro, diretores do Expresso Mirassol. O evento contou com a participação dos candidatos Jorge Tadeu, do DEM, Adriana Afonso, do PMDB, Jovino Cândido, do PV, Adilson Valente, do PC do B, Sebastião Almeida, do PT, Carlos Roberto, do PSDB, Orlando Fantazzini, do PPS e Edson Albertão, do PSOL.

Dentre os assuntos debatidos, os candidatos falaram sobre saúde, segurança, educação e transportes. Os candidatos tiveram um minuto e meio cada para falar de suas propostas em cada tema proposto. No tópico infra-estrutura, os concorrentes ao cargo de prefeito de Guarulhos expuseram propostas para melhorar o sistema viário da cidade. Confira a colocação de cada candidato no debate, na ordem de fala de cada um:

Edson Albertão: O candidato do PSOL diz que irá priorizar uma política de bem-estar da população, com a adequação de avenidas e ruas para melhorar o transporte público e aumentar a oferta de viário dentro da cidade.

Carlos Roberto: Concorrendo pelo PSDB, o candidato disse no debate que Guarulhos carece de uma identidade, um portal que marque bem a entrada da cidade. Segundo ele, é preciso fazer algo a respeito, além de aumentar a contrapartida na arrecadação de tributos para a cidade, que é passagem para grande volume de transporte de cargas, que consome combustíveis, mas deixa poucos recursos no município.

Orlando Fantazzini: O concorrente à prefeitura pelo PPS afirmou no debate que Guarulhos é uma cidade de mais de um milhão de habitantes, com infra-estrutura de cidade de 300 mil habitantes. Segundo ele, quem produz no pólo industrial da cidade não consegue escoar sua produção, pois a mobilidade é difícil. Ele propõe investimentos para agilizar a passagem do Rodoanel pelo entorno do município.

Jorge Tadeu: O candidato pelo DEM falou sobre a necessidade de planejamento de longo prazo na cidade, para melhorar e viabilizar acessos importantes como os trevos de Bonsucesso e Pimentas. Ele também ressaltou a importância da interligação de vias da cidade com a Jacu-Pêssego e da construção de corredores de ônibus.

Adriana Afonso: Candidata pelo PMDB, Adriana Afonso disse que um dos principais problemas de infra-estrutura da cidade de Guarulhos é a falta de investimentos em logística para o escoamento da produção da forte indústria do município. Ela propõe a criação de uma Companhia de Engenharia de Tráfego, nos moldes da Capital, como uma autarquia formada por técnicos para monitorar, planejar e orientar o trânsito da cidade.

Jovino Cândido: O concorrente pelo PV propôs a construção de quatro viadutos sobre a Via Dutra, dois sobre a Fernão Dias e dois sobre a Ayrton Senna, todas rodovias que cortam a cidade de Guarulhos, como forma de melhorar a estrutura viária da cidade. Ele propõe também a construção de uma via expressa e quatro avenidas perimetrais.

Adilson Valente: O candidato pelo PC do B falou sobre a necessidade de Guarulhos melhorar o saneamento básico e o sistema de abastecimento de água. Sobre a infra-estrutura viária, o candidato defende a viabilização de um sistema viário independente, descolado das rodovias que cortam a cidade.

Sebastião Almeida: Candidato pelo PT, Almeida propôs o término do viaduto Cidade de Guarulhos, a interligação com a Jacu-Pêssego e lembrou a importância de tirar do papel o trem que ligará São Paulo ao Aeroporto Internacional de Guarulhos. Ele defende também melhorias no tratamento de esgoto, a continuidade do projeto de revitalização da Cidade Satélite de Cumbica e a pavimentação do entorno do Aeroporto.

COMMENTS