Diesel ficou 2,5% mais caro em setembro, segundo Ticket Log

Diesel ficou 2,5% mais caro em setembro, segundo Ticket Log

Empresa faz o levantamento do preço do diesel e o valoro do combustível, em setembro, chegou a variar 16% em postos de diferentes regiões do Brasil

Hermanos nos céus brasileiros
Grupo Jost compra Iveco
Anfir quer mais equilíbrio na economia

Após um período de estabilidade, o preço do diesel voltou a subir em setembro. É o que revela o levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL). O litro registrou média nacional de R$ 3,821, ante os R$ 3,727 de agosto. Outro destaque do estudo está na diferença de valores nas regiões brasileiras, que chega a 16%, quando a média da Região Sul, de R$ 3,50, é comparada à da Região Norte, onde o combustível ultrapassa os R$ 4,00.

“Os motoristas sentiram no bolso o aumento do preço do diesel, e a alta mais expressiva foi registrada na Região Sul, de 3,6%. Esse reajuste nos valores já era esperado, como reflexo das altas do repasse às refinarias, ocorrido principalmente no último mês. O que ainda chama a atenção é a alta variação de preços, pois o motorista que abastece na Região Norte chega a pagar R$ 0,50 a mais que o da Região Sul”, comenta o Diretor-Geral de Frotas e Soluções de Mobilidade da Edenred Brasil, Jean-Urbain Hubau.

As Regiões Sul e Sudeste, mesmo com a alta, permanecem com os menores preços, com médias de R$ 3,50 e R$ 3,672, respectivamente. O Paraná, pelo terceiro mês consecutivo, se destaca com o menor valor do litro, vendido a R$ 3,446. Já o aumento mais expressivo para o combustível foi registrado no Tocantins, com avanço de 4,7% e o litro vendido a R$ 3,719, ante os R$ 3,552 de agosto. No Centro-Oeste e no Nordeste, o preço médio do combustível também aumentou: 2,7% e 2,3%, respectivamente.

Além da variação por Estado, o IPTL apresenta o preço médio do diesel em diferentes trechos das principais rodovias brasileiras. Na Rodovia Fernão Dias, o veículo que sair de São Paulo e for abastecido no trecho de Minas Gerais encontra um valor 4,6% mais caro. O mesmo acontece na Rodovia Presidente Dutra, de São Paulo ao Rio de Janeiro, onde o motorista encontra um aumento de 4,4% no diesel.

Diesel S-10

O preço médio do diesel S-10 também ficou mais caro em setembro, com alta de 2,6% e o litro vendido a R$ 3,894 nos postos brasileiros. A Região Sul também registrou o avanço mais significativo, com média de 3,6% e o litro vendido a R$ 3,587. Já a Região Norte segue na liderança com o maior valor de todo o território nacional, com o litro comercializado a R$ 4,145. Nas Regiões Centro-Oeste e Nordeste, a alta foi de 2,6% e, na Região Sudeste, de 3%.

O IPTL é um índice mensal de preços de combustíveis levantados com base nos abastecimentos realizados nos 18 mil postos credenciados da Ticket Log, que traz grande índice de confiabilidade, por causa da quantidade de veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo, com uma média de oito transações por segundo.

Leo Doca – Agência Transporta Brasil (ATB)
agencia@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS