Aos 50 anos, Librelato lança implementos inovadores na Fenatran

Aos 50 anos, Librelato lança implementos inovadores na Fenatran

Empresa aumenta participação no segmento de implementos rodoviários e conquista novos clientes no Equador e Colômbia

Os astros de janeiro
Fretebras cria sistema de avaliação entre empresas e caminhoneiros
Caminhões Mercedes brasileiros com transmissão Allison operam no Líbano

Comemorando meio século de atividades no País, a fabricante de implementos rodoviários Librelato está apresentando na Fenatran um amplo leque de inovações tecnológicas, visando incrementar as operações logísticas na movimentação de cargas por rodovias.

Além de investimentos de 25 milhões de reais no desenvolvimento de novos produtos, a empresa também investiu na construção de uma nova área fabril de nove mil metros quadrados e na ampliação da área administrativa que terá mais de três mil metros quadrados. Com essas ações, a capacidade produtiva anual da empresa saltará de 11 mil para 14 mil implementos até o próximo ano, mas já anotou um crescimento de participação no mercado interno de 13% apenas no primeiro semestre deste ano.

“Com um melhor ambiente econômico no País e com produtos que entregam alta rentabilidade aos frotistas, acreditamos que vamos fechar este ano com cerca de 15% de participação no mercado nacional”, comenta José Carlos Sprícigo, CEO da Librelato.

O aumento da capacidade produtiva da Librelato é reflexo da aceitação e vendas de seus produtos no mercado interno e, também, ao crescimento das exportações. “No ano passado batemos recorde de exportação e este ano conquistamos novos mercados como o Equador e a Colômbia”, destaca Sprícigo.

Atualmente o portfólio da Librelato inclui todas as configurações de produtos, como reboques, semirreboques, bitrens, tritrens e rodotrens para diversas aplicações, como carga seca/graneleira, basculante, carrega tudo, tanque aço carbono, florestal, cavaqueiro, furgão alumínio, furgão lonado, furgão frigorífico, porta contêiner e canavieiro. As linhas de produtos graneleiros e basculantes, fomentadas principalmente pelo agronegócio, representam atualmente cerca de 70% de todo o volume de produção da Librelato. O terceiro segmento em volume de produção é o de tanques em aço carbono para transporte de combustíveis, que representa em torno de 7% do volume produzido. O restante é dividido entre as demais linhas de produtos e seus respectivos segmentos de mercado.

Por Ricardo Panessa, especial para a Agência Transporta Brasil

COMMENTS