Air France começa a dizer “au revoir” aos gigantes Airbus A380

Air France começa a dizer “au revoir” aos gigantes Airbus A380

Empresa fez um grande pedido de 60 novos e ágeis A220, para renovar sua frota de aeronaves com corredor único, e dá seguimento ao programa de aposentadoria dos A380 de sua frota

Empresa brasileira desenvolve caminhão de catering para o A380 em parceria com alemã
Latam pode ser primeira latina a operar o A-380
Emirates operará voo diário entre Dubai e Los Angeles com o Airbus A380

A Air France está renovando sua frota para os próximos anos. Segundo a empresa, está feito um pedido de compra de 60 A220-300s, com 30 opções de compra e 30 direitos de aquisição, que substituirão gradualmente as frotas de A318 e A319 da companhia francesa. Além disso, a aérea francesa vai retirar de sua frota 10 aeronaves A380, os maiores do mundo, até 2022, programando sua substituição para modelos da nova geração.

“Tais decisões apoiam a estratégia de competitividade da frota do Grupo Air France-KLM”, disse Benjamin Smith, CEO do Grupo Air France-KLM. “Elas seguem as encomendas recentes dos modelos Airbus A350 e Boeing 787 que a Air France e a KLM fizeram. Estamos muito satisfeitos em trabalhar com a Airbus para adicionar o A220-300 à nossa frota, uma aeronave que demonstra ótima eficiência ambiental, operacional e econômica. A escolha do Airbus A220-300 vai de encontro ao nosso objetivo de operações mais sustentáveis, reduzindo significativamente as emissões de CO2 e ruído, além de proporcionar aos nossos clientes conforto adicional nas malhas aéreas de curta e média distâncias e fornecer aos nossos pilotos um cockpit conectado com acesso à mais recente tecnologia de navegação. Este é um passo muito importante na transformação da Air France, e essa evolução na frota da Air France reforça a determinação do Grupo em alcançar a liderança das companhias aéreas europeias”, completa.

Renovação da frota de curta e média distâncias da Air France

A Air France se comprometeu com um pedido firme de 60 aeronaves Airbus A220-300, com mais 30 opções de compra e 30 direitos de aquisição. A primeira aeronave deve ser entregue em setembro de 2021. Elas se juntarão à frota de curta e média distâncias da aérea francesa.

O A220-300 gera 20% menos emissões de CO2 do que aviões semelhantes e é duas vezes mais silencioso, permitindo à Air France reduzir sua pegada ambiental. A aeronave conta com 150 lugares, um alcance de operação de 6.200 quilômetros e é perfeitamente adequado para substituir o A318 e o A319 nas malhas aéreas de curta e média distâncias da Air France. Esta aeronave permitirá que a empresa aumente sua competitividade reduzindo seu custo por assento em mais de 10% em comparação com as aeronaves atuais.

Adeus ao gigante

A Air France decidiu pela aposentadoria em princípio dos sete A380 restantes da frota da Air France até 2022, sendo que a eliminação de três aeronaves adicionais já havia sido decidida. Cinco dessas aeronaves são de propriedade da empresa, enquanto duas são arrendadas.

O atual ambiente competitivo limita os mercados nos quais o A380 pode operar lucrativamente. Com quatro motores, o A380 consome de 20 a 25% mais combustível por assento do que a nova geração de aeronaves de longa distância e, portanto, emite mais CO2. O aumento dos custos de manutenção de aeronaves, bem como as reformas necessárias da cabine para atender às expectativas dos clientes reduzem ainda mais a atratividade econômica dos A380 da Air France. Manter esse tipo de aeronave na frota envolveria custos significativos, enquanto o programa de fabricação da aeronave foi suspenso pela Airbus no início de 2019.

Leonardo Andrade – Agência Transporta Brasil (ATB)
agencia@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS