Mercedes-Benz comemora mercado aquecido para a linha Sprinter

Mercedes-Benz comemora mercado aquecido para a linha Sprinter

Marca teve 66% de crescimento nas vendas de suas vans e furgões no acumulado do primeiro semestre. Brasil é principal mercado da produção da Sprinter, com 85% das vendas

Rodofort lança implemento para utilitários leves
Osasco (SP) também terá restrição aos caminhões
Prefeitura de SP frustra setor e prorroga mais uma vez rodízio do VUC

A Mercedes-Benz ficou surpresa com o aumento da demanda por vans e furgões Sprinter nos primeiros seis meses do ano. Ao todo, somando as versões de passageiro, carga e chassi-cabine, a marca vendeu, de janeiro a junho, 5.419 unidades da Sprinter e a estimativa dos executivos da empresa é de que o ano de 2019 vai fechar com cerca de 10 mil unidades vendidas, 20% a mais do que em 2018.

“Os excelentes números alcançados no semestre confirmam que nossa estratégia para conquistar novos clientes segue fazendo a diferença”, declara Jefferson Ferrarez, diretor de Vendas e Marketing Vans da Mercedes-Benz do Brasil. “Levamos os nossos veículos até a operação do cliente e, dessa forma, comprovamos os resultados operacionais na sua própria frota, o que têm confirmado a real efetividade dos números de rentabilidade almejados pelos empresários e frotistas”, afirma Ferrarez.

Supremacia brasileira

A Sprinter, que é fabricada na Argentina, tem grandes clientes no Brasil e o nosso mercado tem reagido bem a este tipo de veículo, com um crescimento que acompanha o aquecimento do consumo, melhores ofertas financeiras no mercado, como o CDC, e maior oferta de produtos disponíveis. Por aqui, o mercado absorve 85% de toda a produção de Sprinter da fábrica argentina.

Entregas

A alta na demanda por veículos Sprinter tem criado um doce problema para a Mercedes no Brasil. “Muitos clientes querem o carro para amanhã, mas a procura está tão alta que a espera é de 30 dias a seis meses para entregar, dependendo da configuração”, revela o executivo. Na divisão de vendas atualmente, 52% das Sprinter estão sendo compradas por frotistas e 48% são clientes de varejo, que compram até três veículos.

Liderança nos segmentos

No primeiro semestre deste ano, a Linha Sprinter cresceu em todos os segmentos de sua atuação na faixa de 3,5 a 5 toneladas (Vans, Furgões e Chassis com Cabina). A marca encerrou os 6 primeiros meses liderando as vendas de vans passageiros, com 2.634 unidades emplacadas e 46% de participação, obtendo 67% de crescimento nas vendas em relação a 2018.

No segmento de furgões, são 1.986 modelos vendidos no acumulado e quase 33,6% de market share, resultando em 58% de aumento nas vendas. No caso dos chassis, foram vendidas 799 unidades, garantindo 20% de participação, o que representa um aumento de 93% em comparação ao mesmo período do ano passado.

Leonardo Andrade – Agência Transporta Brasil (ATB)
leodoca@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS