Anfir prevê crescimento de 15% em 2019

Anfir prevê crescimento de 15% em 2019

22ª Fenatran 2019 já tem data marcada
Transporte sustentável – um caminho a ser seguido por todos
VWCO vende 3.400 ônibus para o governo federal

Noberto Fabris, presidente da Anfir (Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários) revelou durante o evento Automotive Business Experience, ABX19, que o setor de implementos deve crescer 20% em relação ao ano de 2018.

Segundo o executivo, 2019 é o segundo melhor ano de recuperação, e que no primeiro quadrimestre o setor registrou crescimento de 45%.

Contudo, Fabris ressaltou que esse crescimento vem de uma base muito reduzida e emendou: “Ainda não voltamos a ter um mercado que tivemos entre 2012 e 2013”.

Produtos

A linha pesada, reboques e semirreboques, é a que mais cresce nos últimos dois anos, com uma variação de 61%, enquanto que a linha leve, de carrocerias sobre chassi, registrou crescimento mais tímido, na ordem de 29%.

“Esse fato é curioso, porque a linha leve sempre teve números superiores vendendo entre 1,5 ou quase duas vezes mais em relação à linha pesada. E nos últimos dois anos isso não está acontecendo. A linha leve é focada em distribuição de carga nos grandes centros, então creio que o consumo ainda não foi impulsionado, enquanto que a linha pesada foi puxada pela renovação de frota e o bom andamento do segmento agrícola como grãos e cana”, explica.

Expectativa x realidade

Fabris acredita que para assinalar que o Brasil está bem, o mercado brasileiro de implementos teria de fechar entre 60 mil unidades em pesados, e em torno de 80 mil unidades na linha leve, no entanto, o executivo acredita que a realidade será em torno de 50 mil unidades em pesados e entre 50 e 55 mil unidades da gama leve.
Contudo, a Anfir prevê 15% de crescimento este ano em relação a 2018, o que para Fabris reitera que o mercado terá um crescimento sustentável nos próximos anos.

Fenatran

O presidente da Anfir ainda afirmou que só por ser um ano de Fenatran o setor já segue otimista. “A Fenatran passou a ser uma feira de negócios e na última edição já fizemos bons negócios e isso motiva a fazer investimentos, clientes voltarem a comprar. Vejo que essa edição será uma Fenatran como a passada, de recuperação, e para se ter uma ideia, nós do setor de implementos vamos ocupar 80% a mais da área que nós tivemos na última Fenatran”.

Andrea Ramos – Editora a Agência Transporta Brasil (ATB)
redacao@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

 

COMMENTS