Procura por caminhões no Mercado Livre cresceu 49%

Procura por caminhões no Mercado Livre cresceu 49%

Caminhões representam 17% do número total de visitas no segmento de veículos no Brasil. O caminhão mais procurado é o VW Constellation 24.250

A Fenatran é FEITA por TODOS!
Peugeot turbina seu segmento de comerciais leves
Scania alcança 26 mil veículos conectados na Fenatran

Estudo realizado pela área de classificados do Mercado Livre, um dos maiores marketplace da América Latina, revelou que a demanda por caminhões no Brasil na plataforma aumentou 49% em 2018, comparado ao ano anterior. Não por acaso, o segmento de caminhões já representa 17% do total das visitas relacionadas a veículos no Brasil, o que mostra a importância do mercado brasileiro nessa categoria.

Nos demais países da América Latina, esse número é de 3% do total de veículos listados. O levantamento também revelou que 90% dessa demanda brasileira está concentrada em cinco marcas: Mercedes-Benz em primeiro lugar, seguido de Scania em segunda colocação, Volkswagen em terceira posição, Volvo em quarta e Ford em quinta posição. Contudo, o caminhão mais buscado na plataforma é o VW Constellation 24.250.

Expansão

A evolução positiva segue este ano. Somente no mês de janeiro, já houve um crescimento de 14% em demanda comparado ao mesmo mês de 2018. A oferta de caminhões neste mês representou 19% dos anúncios da área de classificados, 6% a mais do que no mesmo período, ano passado.

Segundo Luís Paulo dos Santos, diretor de classificados do Mercado Livre no Brasil, o segmento tem se tornado cada vez mais relevante para a plataforma. “A venda de caminhões vem sendo um dos principais destaques do mercado automobilístico – alta de 46% em 2018”, ressalta o executivo.

Confira a lista dos modelos mais buscados na plataforma

VW Constellation 24.250

Com vocação estradeira, o VW Constellation 24.250 encabeça a lista do mais buscado pela plataforma de compra e venda. Ele surgiu em 2005 com a família Constellation e tornou-se rapidamente o semipesado favorito dos clientes. Esse modelo tem motor Cummins Interact 6.0 de 6 cilindros em linha com potência de 250 cv a 2.500 rpm e torque de 97 mkgf de 1.200 a 1.700 rpm. Esse motor atende a norma de poluição Euro 3 e por isso foi produzido até 2012, quando foi substituído pelo sucessor e atual Constellation 24.280 que mantém ainda a liderança em vendas, porém mais potente e com tecnologia EGR (de recirculação de gases de escape) para atender a norma Euro 5.

MB L1620

Outro semipesado muito buscado na rede é o L-1620 da Mercedes-Benz. O caminhão já era sucesso de vendas enquanto foi produzido. A Mercedes interrompeu sua produção em meados de 2017 no intuito de atualizar e modernizar sua linha de veículos, com a família Atego que graças à cabine cara-chata traz maior capacidade de carga. Fabricado com motor MB OM 906, o L 1620 desenvolve 231 cv a 2.200 rpm de potência e 83 mkgf de 1.200 a 1.600 rpm de torque que trabalha em conjunto com a transmissão MB manual de 6 marchas. Este veículo é equipado com o freio-motor Top Brake, permite maior segurança e economia em diversas aplicações. Ele é ideal para configurações de carga até 22 t de Peso Bruto Total.

Scania 113 360

Um clássico das rodovias e pertencente a Série 3, o modelo foi um dos mais populares da Scania na década de 1990. A Série 3 foi comercializada de 1991 a 1998, sendo a versão de maior sucesso o modelo T 113 H 360, que do total da gama, vendeu 19.974 unidades. E a Série 3 inteira vendeu 36.340 unidades. Ele também foi o caminhão pesado mais potente da época com seu já tradicional motor de 11 litros de 360 cv. Foi o primeiro Scania a oferecer a versão de cabine Topline, a mais luxuosa do período.

Ford F-4000

A Ford F-4000 faz parte do imaginário coletivo dos entusiastas automotivos. Isso porque esse caminhão leve entrega uma cabine robusta e preparada para atender às demandas do transporte urbano. Contudo, o modelo é bastante buscado pelo interior do país e para atuar no transporte agrícola. Lançada em 1975, ela mudou durante sua década de existência e a versão mais buscada, a Euro 3 é equipada com motor Cummins com 120 cv de potência.

MB L-1113

Lançado em 1969 como sucessor do MB 1111, o L-1113 chegava com a mesma cabine do sucessor, porém, com motor mais forte com potência de 147 cv e torque de 41 mkgf. O modelo até hoje é bastante procurado, sobretudo por autônomos e feirantes, graças a sua resistência, além de ser de fácil manutenção. O marco de suas vendas é algo que chama a atenção, pois foram 200 mil unidades até 1987.
Volvo FH12 440 – Considerado um dos caminhões mais seguros a venda no Brasil, o Volvo FH12 440 foi o mais vendido da marca até antes da chegada do motor de 13 litros. O modelo com de 12,1 litros de 440 cv era uma evolução do FH 380, o primeiro a aterrissar em terras brasileiras em 1994. A família FH com motor de 12 litros manteve-se no mercado até meados de 2008.

Volvo FH12 440

Considerado um dos caminhões mais seguros a venda no Brasil, o Volvo FH12 440 foi o mais vendido da marca até antes da chegada do motor de 13 litros. O modelo com de 12,1 litros de 440 cv era uma evolução do FH 380, o primeiro a aterrissar em terras brasileiras em 1994. A família FH com motor de 12 litros manteve-se no mercado até meados de 2008.

Scania 124 420

O T 124 é equipado com motor Scania de 11 litros com potência de 420 cv que ficou conhecido no mercado, por ser um bom de média. A caixa de transmissão, fabricada pela própria Scania, é a GRS900 de 12 velocidades mais duas crawler superlentas, totalizando 14 marchas, além de duas ré, sendo uma delas reduzida. A versão mais buscada na plataforma é a cabine cara-chata.

MB 710

Depois do Mercedinho 608, sucessor de sucesso foi o 710, modelo mais potente, equipado com motor turbo de 106 cv. Com o tempo, o caminhãozinho evoluiu e se tornou um dos mais vendidos do país. No final de sua vida, em meados de 2010, o modelo era equipado com motor OM 364 LA com potência de 115 cv a 2.400 rpm e torque de 47 mkgf a 1.400 rpm.

Iveco Daily 35S14

Esse é o modelo de maior sucesso da Iveco e atende a faixa das 3,5 t como VUC (Veículo Urbano de Carga) sendo capaz de circular dentro de zonas de restrição nos grandes centros urbanos. O modelo mais procurado pela plataforma é o geração Ecoline com motor FPT F1C Dual Stage, com tecnologia EGR (que dispensa o uso do Arla), e 147 cv de potência e 35,7 mkgf de torque, combinado a uma transmissão de 6 marchas.

MB 608

O Mercedes L-608 D também conhecido por “Mercedinho” foi lançado no Brasil em 1972 como uma aposta da marca para o segmento de caminhões urbanos. O modelo que é o décimo caminhão mais buscado na plataforma é equipado com motor 3.8 de 85 cv combinado a uma caixa de 5 velocidades ZF. Seu PBT é de 3.500 kg. Ele foi produzido até o final de 1988.

Andrea Ramos, Editora-executiva da Agência Transporta Brasil
andrearamos@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS