DAF capricha na gama de caminhões para construção na Europa

DAF capricha na gama de caminhões para construção na Europa

Novas trações, novos eixos bem mais robustos estão no pacote de lançamentos da marca para o mercado europeu

Retomada do setor: vendas de caminhões avançam 46,7% em 2018
Aracaju recebe ônibus Neobus
Implementos esperam uma Fenatran de crescimento

A DAF está lançando no mercado europeu sua nova linha de veículos dedicados às operações mais pesadas. Para tanto, a marca está lançando novos eixos dianteiros com capacidades que partem de 7,5 t chegando a 10 t.

Destaque para o novo eixo dianteiro de 10 toneladas com suspensão parabólica com molas de três lâminas que minimiza o risco de sobrecarga com cargas decrescentes.

Para as operações em que não há tanta severidade, a marca destaca os eixos de 7,5 t, 8 t e 9 t. A versão de 7,5 t, de rodado simples, chama a atenção por ser 10 kg mais leve em relação a geração anterior do eixo.

Para caminhões 6×4 e 8×4 CF e XF que são regularmente conduzidos fora da estrada ou que exigem tração adicional, a DAF oferece duas opções de eixos. O primeiro é o SR1132T, com capacidade de 19 t com redução, suspensão de molas e nas opções de freios a disco ou a tambor. Esse conjunto é ideal para aplicações como betoneiras leves 6×4 e 8×4.

Para as aplicações mais pesadas, a DAF também dispõe do SR1360, com variantes de 21 t e 26 t, com redução e equipado com freios a disco e suspensão a ar.

Além disso, a DAF também oferece tandem de redução de cubo de 21 e 26 toneladas com o HR1670T, que pode ser equipado com suspensão a ar ou com mola e possui freios a tambor. Essa versão atende tanto ao transporte pesado rodoviário como aplicações off-road.

Um fator importante para a melhor economia possível de combustível é a disponibilidade de pelo menos dez opções de relação de eixo traseiro (de 3,46: 1 a 7,21: 1 – dependendo do conjunto). As relações de transmissão final mais rápidas resultam em velocidades de motor ainda mais baixas para uma eficiência de combustível ideal.

Para obter os menores custos operacionais possíveis, o intervalo da troca de óleo do eixo traseiro é de por volta 450.000 quilômetros ou três anos, segundo a fabricante.

A DAF tem expertise na produção e desenvolvimento de eixos, já que os produz desde 1958. Consequentemente, esses eixos são perfeitamente adaptados às diversas variações de chassi que a empresa oferece. Os eixos DAF são caracterizados por seu alto nível de confiabilidade e durabilidade, baixa fricção interna e baixo peso – os quais resultam em baixos custos operacionais e altas cargas úteis.

Da Holanda para o mundo

O CF 10×4 foi especialmente projetado para trabalhos pesados, com eixos dianteiros de 10 t – o HR1670T com redução de cubo e suspensão a ar. A carga útil líquida desse gigante – que será usado principalmente para o transporte de cargas pesadas de areia, cascalho e pedra – é de 30 t, e o PBT é de 49 t. Ele terá versão com tanque de combustível de 350 litros.

O DAF XF FTM é um trator 8×4 conta com eixo de duplo acionamento SR1360T e com o eixo HR1670T. O impressionante XF é ideal para transporte pesado e aplicações em que pesos combinados podem totalizar até 120 t. O uso de um único eixo dianteiro e três eixos traseiros significa que a capacidade do eixo pode ser totalmente explorada sem exceder as cargas legalmente permitidas.

O XF 8×2 rígido com dois eixos dianteiros direcionais (8 ou 9 toneladas) e um eixo traseiro traseiro orientado (7,5 toneladas) atrás do eixo acionado. Esta versão já está disponível com um CF e agora também pode ser encomendada como um XF.

Assim como o CF o XF 8×2 tem PBT de até 37 toneladas. Seu eixo traseiro garante a máxima manobrabilidade, o que é ideal ao distribuir materiais de construção e, por exemplo, no caso de um guindaste ser montado atrás da cabine.

Os leves pesados da DAF

A DAF continuará oferecendo LF e CF versões para construção civil, especialmente configurados para operações fora de estrada. Esses modelos são equipados com para-choques e uma grade frontal specialmente concebidos para esse perfil de atividade. São modelo com ângulo de ataque de 25° e uma distância do solo generosa de 32 cm o LF e 40 cm o CF, afim de adequá-los para operação em terrenos irregulares. Além disso, todos os modelos da DAF Construction estão equipados com uma chapa de aço com 3 mm de espessura para proteger o radiador.

O CF Construction está disponível como um trator 6 T FTT e 6×4 FAT e 8×4 FAD rígidos, ambos com acionamento duplo e o segundo com dois eixos dianteiros direcionais. As versões CF Construction são equipadas com um modo especial off-road da transmissão TraXon como padrão. O LF Construction está disponível com um chassi de 19 t.

Trem de força

Os caminhões são equipados com motores PACCAR MX-11 ou MX-13, de acordo com a versão, e transmissão ZF TraXon de 12 ou 16 marchas. Há ainda, para os caminhões menores da gama LF versões do motor PACCAR com propulsor de 4,5 e 6,7 litros com versões de transmissões de 5, 6, 9 ou 12 velocidades, manuais, automatizadas ou totalmente automáticas, a transmissão ideal pode ser especificada para todos os fins.

Andrea Ramos, Editora-executiva da Agência Transporta Brasil
andrearamos@transportabrasil.com.br

COMMENTS