Implementos: pesados seguem em franca expansão

Implementos: pesados seguem em franca expansão

Leves crescem com lentidão, mas mercado geral tem aumento superior a 50% no primeiro bimestre

Brasil poderá ter safra recorde de grãos, com 241,3 milhões de toneladas
SEST SENAT vai oferecer CNH gratuita para jovens de Brumadinho (MG)
Entrevista com o diretor da Paccar Financial, banco dos caminhões DAF

No primeiro bimestre de 2019, o mercado de carroceria sobre chassi registrou 7.595 unidades, enquanto que no ano passado foram vendidos 5.517 unidades, variação positiva de 37,67%. Já o mercado de reboques e semirreboques registrou vendas de 8.885 produtos nos dois primeiros meses do ano, ante os 5.170 em igual período de 2018, crescimento na ordem de 71,86%.

O segmento de pesados é historicamente o mais forte do segmento – com algumas exceções em meio a forte crise –, já que é motivado pelo agronegócio. No entanto, os executivos da Anfir (entidade que representa o setor), informam que o ritmo de recuperação mais lento entre o segmento leve está relacionado ao varejo. “Esse desequilíbrio se explica pela retomada nos negócios no mercado de varejo estar mais lenta”, explica Norberto Fabris, presidente da Anfir.

Uma das principais entidades do setor de varejo, a CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) informou que o mercado de varejo só vai recuperar o patamar máximo de vendas, alcançando em outubro de 2014, em fevereiro de 2020, e como o segmento de carroceria sobre chassi depende dessa recuperação, seu crescimento será mais tímido.

Mercado total

O primeiro bimestre deste ano também mostrou-se melhor em relação a igual período de 2018. O mercado total de implementos rodoviários emplacou 16.480 unidades, ante os 10.687 de 2018, o que significa uma variação positiva na ordem de 54,21%.

Andrea Ramos
Editora-executiva da Agência Transporta Brasil
andrearamos@transportabrasil.com.br 

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS