Marcopolo investe em novo centro de produção

Marcopolo investe em novo centro de produção

Com injeção de R$ 70 milhões, fabricante gaúcha de carrocerias de ônibus aumenta sua capacidade de produção em seu complexo em Caxias do Sul (RS)

Randon: sete curiosidades em sete décadas
Implementos: pesados seguem em franca expansão
CNH Industrial comemora sucesso global com lucro bilionário

A Marcopolo está investindo pesado no aumento e na modernização de sua produção. A líder do mercado de carrocerias de ônibus acaba de inaugurar um novo centro de produção de componentes e subconjuntos metálicos no bairro de Ana Rech, em Caxias do Sul (RS), sede de seu complexo fabril.

Executivos da Marcopolo na inauguração do novo Centro de Fabricação. Fotos: Gelson Mello da Costa

Segundo a empresa, do total investido, R$ 30 milhões já foram aplicadas na nova planta, que vai unificar a montagem de componentes e subconjuntos metálicos das carrocerias. Antes, esse trabalho era feito em diferentes locais e, com a centralização, a fabricante quer melhorar sua produtividade e otimizar recursos.

O novo centro de produção da Marcopolo tem um total de 19.600 metros quadrados de área construída. Lá, irão trabalhar, inicialmente, 180 colaboradores e os novos processos de fabricação vão trabalhar com melhorias como renovação natural de ar por convecção (bem-estar térmico para os colaboradores), telhado e revestimento lateral com isolamento térmico, toda a iluminação por LED com dimerização (regulagem automática da luminosidade), proporcionando menor custo e maior conforto visual e segurança; instalações planejadas e organizadas em pipe racks e/ou canaletas, proporcionando maior proteção no fluxo de pessoas e transporte de materiais, melhor condição para manutenção elétrica, pneumática, hidráulica e gases; infraestrutura preparada para receber equipamentos com tecnologias da indústria 4.0 (como duas máquinas italianas de última geração que serão instaladas em março – colaboradores foram para a Itália receber treinamento de programação e operação das novas máquinas); toda área de circulação externa (movimentação de caminhões carregados com matéria-prima) em concreto, aumentando a vida útil e praticamente eliminando manutenção do piso.

Mais produtividade

A nova estrutura industrial da Marcopolo vai ser responsável por trabalhos como corte de tubos metálicos a laser, corte com serras automatizadas e robotizadas, além de equipamentos automatizado para conformação de tubos e solda automatizada. No novo centro também serão realizadas atividades como corte de plasma, dobra automatizada, prensas, tratamento superficial de metais, montagem de conjuntos de portas e aberturas laterais e montagem de mecanismos diversos.

Leonardo Andrade
Editor-chefe da Agência Transporta Brasil
leodoca@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!

Agência Transporta Brasil – ATB
agencia@transportabrasil.com.br

Publicação anterior

COMMENTS