Crédito para caminhões novos e usados cresce

Crédito para caminhões novos e usados cresce

Financiamento entre veículos comerciais usados aumenta, mas novos levam vantagem. Confira os números aqui na Agência Transporta Brasil

DAF ganha novos equipamentos na linha 2019
Caminho da Escola ganha mais de 800 ônibus MB
Direção autônoma: já é uma realidade

As vendas financiadas de veículos pesados em janeiro de 2019 somaram 19.060 entre veículos novos e usados. Isso já representa um aumento de 28,5% se comparar a igual período de 2018, quando foram comercializadas 14.831 unidades de pesados. A informação é da B3, consultoria financeira que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG) e os dados consideram vendas financiadas em todo o Brasil. Tais números apontam para uma retomada de crescimento de financiamento de veículos tanto caminhões quanto ônibus.

Para se ter uma ideia, entre os veículos comerciais 0 km, janeiro de 2019 registrou 7.136 unidades vendidas por meio de alguma modalidade de financiamento, enquanto que em 2018 em igual período, os números são de 4.779 unidades, o que representa um aumento de 49,3% nos financiamentos no primeiro mês do ano, frente a 2018.

Na categoria de veículos comerciais usados com até três anos de uso, apesar de ter sido maior o número de financiamento frente aos novos, em termos de crescimento foi mais tímido. Foram 11.924 unidades financiadas em janeiro deste ano frente às 10.052 unidades em igual período de 2018, uma variação de 18,6%.

Modalidades

O CDC (Crédito Direto ao Consumidor) é a modalidade que mais vem se destacando nos últimos meses, por causa da maior facilidade de acesso ao crédito, com taxas mais atrativas e menor burocracia. Para se ter ideia, do total de financiamento de caminhões e ônibus em janeiro deste ano, a modalidade foi responsável por 83% dos veículos financiados, de acordo com o levantamento da B3. Dos 19.060 veículos vendidos entre novos e usados, 15.873 utilizaram o CDC, em seguida, com 2.404 unidades vem o consórcio representando 13% dos financiamentos.

Entre os 0 km, das 7.136 unidades vendidas, 5.988 foram financiadas via CDC, isso representa uma participação de 84% do uso da modalidade para venda.

Nos usados, a modalidade também se destacou no primeiro mês deste ano. Foram 9.885 unidades financiadas via CDC, de um total de 11.924 veículos, isso significa que o CDC representou 83% dos financiamentos.

Isso mostra que frente a igual período de 2018, em que o CDC foi responsável por 80% das vendas via financiamento, a modalidade mantém-se como a principal ferramenta de aquisição dos pesados.

Contudo, o prazo médio para financiamentos de pesados 0 km chegou a marca dos 46 meses via CDC em janeiro de 2019. No consórcio, o prazo médio é de 62 meses. Isso não alterou muito em relação a janeiro de 2018, quando o financiamento de pesados 0 km era oferecido a um prazo médio de 45 meses pelo CDC e 62 meses via consórcio.

Andrea Ramos
Editora-executiva da Agência Transporta Brasil
andrearamos@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!
Agência Transporta Brasil – ATB

COMMENTS