Caminhoneiros são unidos?

Caminhoneiros são unidos?

Motorista cegonheiro cria cooperativa para garantir dignidade aos motoristas que são afastados de suas atividades por motivo de doença ou de acidente

S-Way: o pesado do futuro da Iveco
Ford tem supercaminhão compactador
EXCLUSIVA: ATB entrevista Marco Borba e Ricardo Barion, da Iveco

Empatia virou uma palavra da moda nas redes sociais. Mas colocá-la em prática pode ser um exercício diário, mesmo porque, e sem julgamentos, no dia a dia, comumente corrido, as vezes não nos permite um olhar mais humano ao próximo.

Contudo, vale a pena o exercício, porque dele pode sair algumas boas ações. E um exemplo vem do transporte rodoviário de carga, quando despretensiosamente Luiz Carlos Guedes de Sousa, motorista cegonheiro, criou a UEAC (União Entre Amigos Cegonheiros), com a porposta de ajudar demais motoristas empregados no segmento afastados de suas atividades seja por motivo de doença ou acidente de trabalho.

Luiz Carlos Guedes de Sousa, motorista cegonheiro, criador da União Entre Amigos Cegonheiros

Por meio dessa associação que hoje congrega motoristas que colaboram todos os meses com R$ 60,00 (uma espécie de cooperativa), a cada um dos membros afastados, comprovadamente por meio de atestado médico, lhe é dado o direito de receber R$ 3.000,00 por mês durante 90 dias, afim de ajudar nos custeios de tratamento ou até garantir o sustento da família.

Colegas afastados

Por ser motorista de cegonha há 14 anos, dos quais os dois últimos trabalha na empresa Antônio Rodrigues D´Paula Transporte de Veículos, Luizinho Paraíba, como é conhecido no setor, explica que já viu muitos colegas terem de se afastar por motivos de saúde e às vezes não contarem nem com uma asistência para auxiliá-los. Foi aí, então, que ele teve a ideia, em 2014 de criaer a UEAC.

Apesar de não existir um site, o grupo foi fomentando através do boca a boca e grupos de cegonheiros no Watsapp, e hoje são 320 membros. “Recolhemos um valor que não onera os motoristas, mas que garante o bem-estar daqueles que precisam por um tempo. Não tem fins lucrativos e tesoureiro, diretoria, enfim, são todos voluntários”, explica Luizinho.

Apesar de 2014 a UEAC expandiu em número de membros, essa associação é voltada apenas para motoristas cegonheiros.

Andrea Ramos – Editora executiva da Agência Transporta Brasil
andrearamos@transportabrasil.com.br

+ Saiba tudo do mundo do transporte rodoviário. Curta nossa página no Facebook!

Agência Transporta Brasil – ATB
agencia@transportabrasil.com.br

COMMENTS