Indústria mais confiante

Indústria mais confiante

Dados da CNI mostram que empresários estão mais otimistas; Setor de Transportes já sente consequências

Mesmo idioma, novo sotaque para o Mercedes-Benz Vito
Os campeões de audiência
CEO da Marcopolo vai alçar novos voos

Osmar Oliveira, sócio-diretor da 4Truck

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) atingiu 64,7 pontos em janeiro, o que mostra avanço de 0,9 ponto percentual na comparação com dezembro. Os dados são da Confederação Nacional da Industria (CNI) divulgados no dia 23 de janeiro.

De acordo com a conclusão da confederação, números acima de 50 pontos indicam empresários confiantes. Esse e o terceiro mês seguido que este índice se mantém acima de 60 pontos. Em nota, a CNI informa que a manutenção do índice em patamar elevado mostra que os empresários estão confiantes e dispostos a investir.

Otimismo no transporte

Este cenário já reflete no setor de transporte rodoviário de cargas. A fabricante de implementos rodoviários 4Truck anunciou na semana passada que pretende realizar mais investimentos em 2019 para absorver a demanda crescente. Segundo informações da empresa, a carteira de vendas já esta tomada ate fevereiro.

Com unidade fabril em Guarulhos, SP, a fabricante tem a expectativa que suas vendas avancem 20% neste ano. Em 2018, tinha registrado alta de 120% no faturamento.

O cenário favorável, na visão do sócio-diretor da 4Truck, Osmar Oliveira, ocorre devido a maior disponibilidade de financiamento para aquisição de veículos.

“A economia que volta a aquecer fez crescer a demanda por transporte em setores como farmacêutico e e-commerce, impactando positivamente o mercado de implementos rodoviários.”

As boas perspectiva para o setor já havia sido anunciada pela Anfir – Associação que representa as fabricantes de implementos rodoviários. No inicio deste mês, a Agencia Transporta Brasil, mostrou que a expectativa e que as associadas da entidade tenham crescimento expressivo em 2019, por causa, principalmente dos resultados apurados no ano passado: alta de 49,1% sobre 2017, superando 90,1 mil unidades em vendas entre carretas e carrocerias leves. (VEJA AQUI).

O avanço da indústria de implementos vem reboque do aumento dos volumes das montadoras de caminhões. Segundo dados da Anfavea – associação das fabricantes de veículos automotores – também exibidos no inicio deste mês, a projeção e de uma alta na ordem de 15% para o licenciamento no acumulado do ano (VEJA AQUI).

Colaborou Aline Feltrin
alinefeltrin@transportabrasil.com.br

 

Próxima publicação
Publicação anterior

COMMENTS