De Mercedes Vito por aí

De Mercedes Vito por aí

Testamos a van de luxo da Mercedes-Benz e o resultado? Leia aqui nossas impressões e veja o vídeo na nossa TV

Marcas avançam nas vendas de ônibus
Confira como ficam todas as tarifas de pedágio de SP depois do aumento
TV Transporta Brasil: um “Mercedinho” automatizado

O mercado de vans no Brasil está bem servido. São diversas marcas e modelos disponíveis e as novas gerações de veículos primam por atender ao conforto do motorista e dos passageiros, por facilitar a vida dos usuários e por aliar bem-estar e tecnologia nos deslocamentos.

Com o Mercedes-Benz Vito Tourer 119 CDI não é diferente. Testamos a versão de luxo de passageiros, de sete lugares, mais o motorista, e tivemos algumas impressões interessantes sobre o veículo.

Impressões ao dirigir

Primeiro, logo nota-se que o Vito é um Mercedes-Benz. Por dentro, o acabamento traz o padrão da marca. Os bancos são revestidos em material sintético que lembra o couro e todo o interior tem acabamento de primeira. O isolamento acústico é muito bom e todos os bancos contam com cinto de segurança de três pontos e ponto de fixação de cadeirinha infantil Isofix.

Fizemos algumas viagens curtas com o Vito, rodando um total de 800 quilômetros. Ao dirigir, o câmbio manual de seis marchas mostra boa ergonomia, a posição do motorista agrada e ajuda a não cansar tanto no final do dia.

Lembramos que o Vito tem Peso Bruto Total de 3.050 kg, abaixo dos 3,5 mil quilos, o que faz com que o veículo possa ser conduzido por motoristas com CNH categoria B. Isso coloca o dono do pequeno negócio no comando das entregas e abre uma miríade de possibilidades para a operação do veículo.

Motor e outros atributos

O Vito tem motorização turbo flex (gasolina e etanol) M274 de 4 cilindros e 2 litros, com potência máxima de 184 cavalos a 5.500 rpm. A versão luxo traz, além do motor turbo e câmbio manual de seis marchas, volante multifuncional, painel de equipamentos exclusivos, farol de neblina, parachoque na cor do veículo e rodas de liga leve.

A suspensão do veículo é independente, tipo McPherson, com molas helicoidais, amortecedores e barra estabilizadora. O veículo vem equipado com freio a disco em todas as rodas, sendo que os discos frontais são autoventilados. O Vito tem direção elétrica de série, o que ajuda o motorista a ter mais comodidade.

Com estética que revela sua ligação com a família de vans Mercedes-Benz, o veículo traz design arrojado e linhas modernas. E, falando em design, e as medidas?

Medidas que fazem a diferença

Um dos atributos do Vito é sua capacidade de se adaptar aos cenários urbanos com facilidade. Suas medidas permitem acesso a locais complicados, inacessíveis por vans grandes, como estacionamentos de shoppings, lojas, hospitais e condomínios. O Vito tem 1,91 metro de altura, o que permite que ele acesse qualquer local que seja acessado por veículos de passeio. Testamos isso e comprovamos em um grande supermercado do ABC Paulista, você confere no vídeo!

No quesito segurança, o Vito também dá show. Ele traz o pacote ESP Adaptativo da Mercedes-Benz, que reúne ABS, controle de tração, sistema anti-tombamento e luzes de freio adaptativas. Além disso, tem airbag de série para motorista e acompanhantes e estrutura monobloco, o que confere menor deformação da célula de sobrevivência em caso de acidente.

Dirigir o Vito é uma experiência muito boa e o veículo traz atributos atrativos para quem precisa de uma van leve e versátil. Ficou uma impressão muito boa!

Leonardo Andrade – LEODOCA
Editor da Agência Transporta Brasil
leodoca@transportabrasil.com.br

COMMENTS