CTF: força para a mobilidade e apetite pelo mercado

CTF: força para a mobilidade e apetite pelo mercado

A CTF atua no Brasil há mais de 15 anos com soluções de pagamento e gerenciamento de frotas e combustíveis. Nos tempos atuais, com o transportador

Distribuidora norueguesa de combustíveis marítimos aporta no Brasil
Logística ruim pode deixar algumas regiões sem gasolina no final do ano
BR-101 e BR-116 têm o diesel mais barato, segundo levantamento da Ticket Car

A CTF atua no Brasil há mais de 15 anos com soluções de pagamento e gerenciamento de frotas e combustíveis. Nos tempos atuais, com o transportador fazendo cada vez mais contas e controlando melhor seus custos com combustíveis e frota, o gerenciamento dos pagamento e consumo ficam cada vez mais importantes.

A empresa pertence ao Grupo Fleetcor, uma empresa norte-americana, com sede em Atlanta, que atua desde 2002 o segmento de meios de pagamento e consumo para a mobilidade. No Brasil, a marca detém diversos serviços voltados para o transporte.

É atualmente um dos líderes no gerenciamento inteligente de combustíveis para o transporte. Tem 15 anos de atuação e 4300 clientes ativos em todo o território nacional, gerenciamento cerca de 3,5 bilhões de litros de combustíveis por ano.

O grupo também conta com a DBTRans, uma das primeiras administradoras de pagamentos eletrônicos de fretes homologadas pela ANTT. A DBTrans gerencia cerca de três milhões de viagens de transporte de cargas todos os anos.

Para isso, a empresa conta com uma estrutura montada para gerenciar os pagamentos e os abastecimentos, com produtos como na parceria com os 770 postos BR Petrobras e 350 Ipiranga ao longo das rodovias. Outro produto importante da marca é o cartão CTF BR Frota, que é aceito em mais de três mil postos e trabalha com o sistema, controlando os abastecimentos de acordo com os parâmetros do cliente.

VANESSA VIEL

Vanessa Viel, diretora da CTF

“Contamos com uma estrutura que está à disposição dos nossos clientes. Se os combustíveis são responsáveis por mais de 30% dos custos do transporte de cargas, a tecnologia está a serviço dos transportadores. Controlar os abastecimentos com um sistema seguro, além de gerar economia no final das contas, ajuda a evitar perdas, otimiza processos e ajuda a controlar melhor todo o processo. Nossos sistemas de abastecimento podem ser parametrizados pelo cliente e esta automação de processos vem para ficar”, diz Vanessa Viel, diretora da CTF/Fleetcor, com exclusividade para o Portal Transporta Brasil e a Revista Rodovia Brasil.

COMMENTS