Venda de veículos cresce mais de 21% nos primeiros quatro meses de 2018

Venda de veículos cresce mais de 21% nos primeiros quatro meses de 2018

O relatório da Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) aponta que no primeiro quadrimestre do ano foram vendidos 762.880

Produção de caminhões cresce 13,8% em 2011
Produção brasileira de veículos apresenta queda de 18,5% no 1º semestre de 2015
Queda nas exportações e retração no crédito preocupam indústria automobilística

O relatório da Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) aponta que no primeiro quadrimestre do ano foram vendidos 762.880 veículos. Número representa alta de 21,3% em relação ao registrado no mesmo período do ano passado.

O mês de abril subiu 4,8% em relação a março, com a venda de 217,3 mil unidades no mês. Na comparação com abril do ano passado, a alta foi de 38,5%.

As exportações de automóveis registraram alta de 8,4% em abril, com a venda de 73.152 veículos. Com relação ao quadrimestre, a alta foi de 7,5% na comparação com o mesmo período anterior, com a exportação de 253.359 unidades de janeiro a abril.

Os caminhões tiveram elevação de 3,9% nas vendas em abril. Foram emplacadas, no último mês, 6,2 mil unidades. No primeiro trimestre, a alta nas vendas foi de 57,6% na comparação com o mesmo período do ano passado

A produção de veículos cresceu 20,7% nos primeiros quatro meses do ano em comparação com o período de janeiro a abril de 2017, embora o mês de abril tenha registrado recuo de 0,5%, com a produção de 266,1 mil veículos ante os 267,5 mil produzidos em março.

Segundo o balanço divulgado pela Anfavea, foram fabricadas 965,87 mil unidades no primeiro quadrimestre de 2018, enquanto a produção no mesmo período do ano passado ficou em 800,19 mil veículos.

O nível de emprego na indústria teve alta de 4,1% em abril na comparação com o mesmo mês de 2017. No ano passado, as fabricantes de veículos empregavam 126,5 mil pessoas, enquanto agora tem um quadro total de 131,7 mil funcionários.

COMMENTS