Volkswagen dá as cartas e realiza o lançamento do ano

Volkswagen dá as cartas e realiza o lançamento do ano

Ansiosa por disputar mercados nas categorias leves, VW refaz a família Delivery com amplo trabalho de design e engenharia novos e, com o novo Express, entra para a briga nas 3,5 toneladas

Raízen recebe 86 caminhões Volkswagen
DSPL fabricado em alumínio pode absorver mais energia no caso de colisão
Produção de caminhões cresce 13,8% em 2011

A Volkswagen realizou o grande lançamento do ano até agora, no mercado de caminhões. Depois de fazer mistério, trabalhar milhares de horas em bastidores, design e engenharia, e criar novos veículos do zero, a marca lançou em setembro a nova família Delivery de caminhões de 3,5 a 13 toneladas.

O lançamento causou furor no mercado e o novo visual do caminhão, que estava com a mesma cabine há mais de 30 anos, gerou um impacto no setor, primeiro dividindo opiniões, depois conquistando a admiração de frotistas e fãs do transporte.

Todo o desenvolvimento da família teve um investimento de mais de R$ 1 bilhão e quatro anos de projeto, começando na Alemanha no primeiro ano, e depois passando para o centro de desenvolvimento da fábrica em Resende (RJ).

Ao todo, são seis novos modelos de caminhões:

Delivery Express: A grande novidade. Até então, a Volkswagen não competia na faixa das 3,5 toneladas, dominada pelos minitrucks asiáticos. O novo veículo marca pode ser dirigido com categoria B, tem suspensão independente no eixo dianteiro e motor Cummins ISF de 2,5 litros com potência máxima de 150 cavalos, que usa tecnologia EGR e não precisa de Arla 32. Este modelo tem opção de vir implementado com baú ou carroceria carga seca direto de fábrica.

Delivery 4.150: Outro caminhão que entra em mercado antes não explorado pela Volkswagen. Tem o mesmo motor da Express, mas é destinada ao segmento de 4 toneladas, preenchendo uma lacuna de produto que agora é oferecida pela marca. Este modelo aceita Finame.

Delivery 6.160: Com motor 10 cavalos mais potente, que usa Arla 32, este modelo cobre o segmento de 6 toneladas.

Delivery 9.170: Um dos modelos que, no futuro, contarão com transmissão automatizada, este caminhão tem motor Cummins ISF de 3,8 litros e 165 cavalos de potência, que utiliza Arla 32. É o sucessor de um dos campeões de vendas da marca, o 8.160.

Delivery 11.180: Para médias e curtas distâncias, outro caminhão que sucede um campeão de vendas, o 10.160, mais vendido do ano até agora.

Delivery 13.180: Para fechar a família com diversas opções de aplicações urbanas, o 13 toneladas traz toda durabilidade e força de caminhão e toda beleza da nova família, com motorização de 175 cavalos.

COMMENTS