Volume de cargas transportado por trens aumenta quase 30% entre 2006 e 2016

Número consolidado saltou de 389,113 milhões para 503,804 milhões de toneladas

Ramos Transportes terá plano de recuperação apresentado em novembro
FedEx amplia frota em mais de 4 mil veículos
Impostos brasileiros sobem mais de 3% em 10 anos

Conforme as informações divulgadas em julho no Anuário do Setor Ferroviário pela Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), o volume de cargas transportado por trens aumentou quase 30% entre os anos de 2006 e 2016, saltando de 389,113 milhões de toneladas para 503,804 milhões de toneladas.

Só o volume de minério de ferro transportado aumentou de 281,691 milhões de toneladas para 397,639 milhões de toneladas entre 2006 e 2016. A movimentação de outras categorias de produtos, como açúcar e carga em contêiner, também cresceu.

Por outro lado, nove dos 14 subgrupos de mercadorias analisadas demandaram menos o transporte ferroviários durante o ano de 2016 do que durante o primeiro ano do levantamento. O caso pode ser exemplificado pelo segmento de adubos e fertilizantes. 6,232 milhões de toneladas transportadas por trem em 2006 caíram para 4,340 milhões de toneladas, em 2016. Na indústria siderúrgica, a redução foi ainda maior. Nessa categoria, o total transportado por trens caiu de 21,287 milhões de toneladas para 14,446 milhões de toneladas, no período.

Nos dez anos analisados, dez das 13 concessionárias conseguiram reduzir em maior ou menor grau seus próprios índices de acidentes. Já no tocante à velocidade média com que as locomotivas se deslocam, 11 registraram uma diminuição da velocidade.

COMMENTS