Segurança de voos com destino aos Estados Unidos ganha reforço

Revista intensificada tem como objetivo verificação mais rigorosa de aparelhos eletrônicos

Companhias aéreas brasileiras transportam quase 99 milhões de passageiros pagos em 2017
Lufthansa estuda comprar Air Berlin
Demanda no mercado aéreo doméstico já acumula 19 meses em queda

A segurança de voos com destino aos Estados Unidos ganharam reforçoem julho, agora, a com a ampliação da inspeção, pelas companhias aéreas, dos pertences dos passageiros na porta da aeronave.

A exigência é da Transportion Security Administration (TSA), autoridade de aviação civil para assuntos relativos à segurança dos transportes contra atos de interferência ilícita de terceiros dos EUA.

A revista intensificada terá como foco a verificação mais rigorosa de aparelhos eletrônicos. Os passageiros que recusarem a inspeção de segurança em seus pertences podem ser impedidos de embarcar nos voos para os Estados Unidos.

COMMENTS