Segurança de voos com destino aos Estados Unidos ganha reforço

Revista intensificada tem como objetivo verificação mais rigorosa de aparelhos eletrônicos

ATR fatura quase US$ 2 bi, mas amarga queda em 2016
Setor aéreo latino-americano é o menos seguro do mundo
Gol passa a cobrar por wi-fi

A segurança de voos com destino aos Estados Unidos ganharam reforçoem julho, agora, a com a ampliação da inspeção, pelas companhias aéreas, dos pertences dos passageiros na porta da aeronave.

A exigência é da Transportion Security Administration (TSA), autoridade de aviação civil para assuntos relativos à segurança dos transportes contra atos de interferência ilícita de terceiros dos EUA.

A revista intensificada terá como foco a verificação mais rigorosa de aparelhos eletrônicos. Os passageiros que recusarem a inspeção de segurança em seus pertences podem ser impedidos de embarcar nos voos para os Estados Unidos.

COMMENTS