Aerolíneas estuda vender parte da frota da subsidiária Austral

Lote que pode ser negociado conta com 24 aeronaves E190, fabricadas pela Embraer

Azul e Petrobras fazem parceria para descontos em passagem aérea
Infraero conclui obras de ampliação do Aeroporto Internacional de Tabatinga (AM)
Em dois anos, Paraná quadruplica investimentos em aeroportos

A Aerolíneas Argentinas quer vender parte da frota de sua subsidiária Austral. São 24 E190 da Embraer. As informações são do jornal argentino La Nación.

Um dos motivos que levam a empresa a estudar a negociação é a configuração dos aviões da fabricante brasileira. A venda, de acordo com executivos, será feita apenas se a operação de comprar aeronaves maiores for concretizada.

Inicialmente, a transportadora adquiriu 22 jatos com 96 assentos, depois comprou mais dois e, finalmente, alugou outros dois. De acordo com a Embraer, a estreia do E190 teve a entrega dos jatos com 88 assentos na econômica e oito na executiva.

A Aerolíneas tem uma frota composta em sua maioria por modelos de pequeno e médio porte da Airbus e Boeing.

COMMENTS