Porto de Paranaguá (PR) passa a exigir cadastramento biométrico dos motoristas

Administradora estima que aproximadamente cinco mil condutores que circulam nas áreas de importação e de exportação devem efetuar o procedimento

Cummins centraliza distribuição de peças em Guarulhos (SP)
Produção de caminhões no Brasil cresceu 22% em outubro, revela Anfavea
MAN Latin America lança novo modelo da linha Constellation

paranagua-biometrico

A Appa (Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina) passa agora a efetuar um cadastramento biométrico dos motoristas que circulam no cais do Porto de Paranaguá (PR).

Foi implantado no terminal um sistema de reconhecimento das digitais no acesso à área, com a intenção de modernizar e aperfeiçoar os procedimentos de segurança.

Com isso, os motoristas precisam se dirigir ao Palácio Dom Pedro II, de segunda a sábado, das 7h às 19h. A estimativa é que cinco mil condutores que circulam nas áreas de importação e de exportação devem fazer o cadastramento biométrico. O procedimento dura, em média, 20 segundos.

Atualmente, veículos e pessoas que acessam o cais já precisam passar por credenciamento antecipado. O controle e a autorização para o acesso dos trabalhadores ocorrem por meio de crachá. Já os veículos são controlados por um sistema de reconhecimento das placas, cancelas por radiofrequência e circuito fechado de TV.

COMMENTS