Petrobras já pode operar nova plataforma no pré-sal da Bacia de Santos

Nova unidade P-66 poderá processar cerca de 150 mil barris diários de petróleo

Cummins fornece 20 grupos geradores para embarcações utilizadas pela Petrobras
Petrobras abre processo seletivo com 663 vagas imediatas
Petrobras realiza evento comemorando primeiro óleo extraído do pré-sal da Baleia Branca

plataforma-pre-sal-petrobras

A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) autorizou a Petrobras para iniciar os trabalhos na plataforma P-66, na área de Lula Sul, localizada no pré-sal da Bacia de Santos.

A plataforma foi desenvolvida no estaleiro Brasfels, em Angra dos Reis (RJ), e em fevereiro foi transportada para o campo de Lula, no pré-sal. Esta é a primeira das unidades replicantes a ficar pronta, seis anos após a assinatura.

Quando ativada, a P-66 poderá processar 150 mil barris diários de petróleo. Lula está localizado na concessão BMS-11, operada pela Petrobras (65%), com a Shell (25%) e Petrogal (10%).

COMMENTS