Demanda no mercado aéreo doméstico já acumula 19 meses em queda

Redução em fevereiro foi de 5,3%, na comparação com o mesmo mês de 2016

Boeing lança site no Brasil para ampliar aproximação com país
DHL pagará transporte aéreo de carga se atrasar despacho no porto em novo serviço
ANAC multa aeroporto de Brasília em R$ 10 milhões e adverte terminal em Guarulhos (SP)

demanda-aviacao-domestica

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) apresentou um balanço no dia 21/3 e apontou que a demanda (em passageiros-quilômetros pagos transportados, RPK) no mercado doméstico já está 19 meses em queda.

Em fevereiro de 2017, a redução foi de 5,3%, na comparação com o mesmo mês de 2016. O índice acelerou em relação a janeiro de 2017, quando o decréscimo apresentado

Conforme a Anac, foram transportados no período analisado 6,6 milhões de passageiros pagos em voos dentro do Brasil, 6,9% menos que em fevereiro de 2016.

Já a oferta (em assentos-quilômetros ofertados, ASK), que reduz há 18 meses, retraiu 6,2% na mesma comparação.

Em fevereiro foram transportadas 30.644 toneladas de carga paga e correio, resultando em queda de 0,1% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

O mercado internacional expandiu 6,5%, enquanto a oferta cresceu 0,9%. No mês, foram transportados 662 mil passageiros pagos em voos internacionais por essas empresas. Os três indicadores alcançaram nível recorde para o mês na série histórica iniciada em 2000.

COMMENTS