Governo autoriza obras de dragagem no Porto de Santos (SP)

Serão investidos R$ 369 milhões nas operações; empresa contratada terá 17 meses para conclusão dos serviços

SEP lançará editais para obras de dragagem em 20 portos até o fim do ano
Porto de Paranaguá (PR) recebe do Ibama licença para dragagem
Terminais do Porto do Rio de Janeiro farão dragagem para receber os maiores porta-contêineres do País

dragagem-porto-de-santos-17

O Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil anunciou nesta terça-feira (7/2) o início do processo de dragagem do Porto de Santos (SP). Serão investidos R$ 369 milhões na viabilização do aumento do calado dos canais de acesso, das bacias de evolução e dos berços de atracação do terminal.

A empresa responsável pelas obras e serviços de dragagem de manutenção será a Van Oord. A empresa terá 17 meses para conclusão dos serviços.

O ministro da pasta, Maurício Quintella, ressaltou a importância do investimento na ampliação da capacidade de movimentação de embarcações, além da possível redução dos custos de frete

“Ao se ampliar a capacidade de movimentação, teremos a diminuição do custo dos fretes, a ampliação da competitividade em nível nacional, trazendo benefícios que alcançarão, certamente, os consumidores finais”, disse Quintella.

A estimativa é de que a cada centímetro de ganho de profundidade será ampliada a capacidade das embarcações em até oito contêineres, o que corresponde a uma média de 100 toneladas.

COMMENTS