Cummins Brasil expande fornecimento de motores para Agrale

Fabricante de propulsores já detém cerca de 75% de todo o volume nas aplicações automotivas da montadora

Produção de caminhões em 2011 sobe 12%
Agrale vende 320 tratores para o Zimbábue
Agrale investiu R$ 200 milhões em ações sociais no exercício de 2010

motores-cummins-agrale

A Cummins Brasil está ampliando fornecimento de motores para a Agrale, e com isso chega a 14 novas aplicações desde 2011. Atualmente, a fabricante de motores detém cerca de 75% de todo o volume nas aplicações automotivas da montadora.

Em 2011, a presença da Cummins em território nacional era de 5%, sendo que o salto ocorreu no ano seguinte para 57% de participação dentro da Agrale.

Os novos fornecimentos também fizeram com a Cummins também registrasse crescimento na Argentina, após a entrada do Euro 5 no ano passado. O marketshare da marca no país vizinho cresceu de 0% para 13% em 2016.

“Nossa jornada mais agressiva com a Agrale teve início após introdução do Euro 5, quando passamos a equipar com nossas motorizações mais duas aplicações dentro da gama de ônibus da Agrale. Os chassis V5/V6 e V8 receberam o Cummins ISF 3.8, atualmente produzido em Guarulhos (SP)”, diz Gregori Boschi, supervisor de Vendas da Cummins Brasil. “Crescemos de quatro para 21 aplicações dentro da Agrale entre os mercados brasileiro, argentino e colombiano”, ressalta.

Para suportar a demanda, o Distribuidor Cummins Dicumar, localizado na Argentina, foi nomeado como responsável pelas vendas das novas motorizações, além do pós vendas da nova frota circulante. Na Colômbia, os chassis de ônibus MA 11 e MT 17 também são equipados agora com os motores ISB 6.7 e ISL 8.9, respectivamente.

COMMENTS