China investirá pesado nas ferrovias de alta velocidade até 2020

País prevê ampliar o comprimento das ferrovias de alta velocidade em serviço para 30 mil quilômetros em menos de quatro anos

China duplica investimentos portuários em 2016
Lufthansa está otimista com operações em Manaus (AM)
Singapore Airlines firma encomenda bilionária de até 69 aeronaves Boeing

trem-chines-jan17

A China quer construir mais ferrovias de alta velocidade visando estabelecer um sistema de transporte abrangente durante o período do 13º Plano Quinquenal (2016-2020), previsto em um documento intitulado Desenvolvimento do Transporte da China, divulgado recentemente.

Com isso, o país prevê ampliar o comprimento das ferrovias de alta velocidade em serviço para 30 mil quilômetros até 2020, que ligarão mais de 80% de suas grandes cidades.

Com prioridade concentrada no trânsito público, a China acelerará o desenvolvimento do trânsito de ferrovia urbana e ônibus rápido, além de outros meios de transporte público de alta capacidade.

Até 2020, redes ferroviárias interurbanas serão completadas em diversas aglomerações urbanas, incluindo Beijing-Tianjin-Hebei, e as áreas do Delta do Rio Yangtze e Delta do Rio das Pérolas.

De acordo com o texto, haverá atenção em especial nas cidades com mais de três milhões de habitantes para criar redes de transporte de ferrovia urbana, enquanto cerca de três mil quilômetros de novos trilhos serão acrescentados ao atual sistema de trânsito de ferrovia urbana.

O documento também ressalta que a China construirá centros de transporte integrados, e promoverá o desenvolvimento ecológico e inteligente de serviços de transporte, além de melhorar a segurança da indústria de transporte.

COMMENTS