Terminal de Contêineres de Paranaguá (PR) registra novos recordes de movimentação

Operação envolvendo o navio Zim Chicago atingiu a marca de 488 movimentos em duas horas e 38 minutos de operação

Lufthansa Cargo diminui consumo de combustível e emissão de CO2 com contêineres mais leves
Avaliação dos portos brasileiros é a pior desde 2007
Hamburg-Süd e Aliança reformulam rotas da Europa e América do Sul

conteineres-paranagua

A TCP administradora do Terminal de Contêineres de Paranaguá (PR) recebeu no início de dezembro o navio Zim Chicago e bateu dois novos recordes.

Foram calculados 188 MPH (movimentos por hora) na operação que envolveu o navio. Com 333 metros de LOA (comprimento), a unidade é uma das maiores já recebidas em Paranaguá. Ao todo, foram 488 movimentos em duas horas e 38 minutos de operação.

O recorde anterior havia sido alcançado pelo navio Valiant, em agosto passado, quando foram alcançadas 172 MPH.

O outro recorde foi identificado na movimentação por guindaste ao alcançar 46 MPH, maior produtividade por equipamento registrada nos últimos dois anos.

“Os dois novos recordes registrados no navio Zim Chicago mostram que a TCP está na direção correta ao investir em modernização de sistemas e equipamentos, e também na ampliação da área física. Temos evoluído em produtividade e estamos prontos para receber os maiores navios do mundo, com uma operação rápida e eficaz”, enfatiza Rodrigo Paupitz, diretor Superintendente de Operações da TCP.

O Terminal de Contêineres de Paranaguá conta com nove portêineres (sendo quatro Super Post Panamax), dois guindastes Mobile Harbour Crane, além de 30 transtêineres.

COMMENTS