Governo vai aumentar pena para condutor que fugir do local de acidente

Atualmente, o infrator pode escapar só com uma multa e no pior dos casos pegar um ano de detenção

Governo proíbe caminhões grandes em rodovias federais durante feriados
Motoristas embriagados que causarem acidentes com morte serão punidos com mais rigor
Minas Gerais foi o Estado campeão em acidentes no último trimestre de 2010

acidente

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou uma proposta que aumenta a pena para o condutor do veículo que se afastar do local de acidente de trânsito, para fugir à responsabilidade penal ou civil que lhe possa ser atribuída.

+ Justiça libera São Paulo de exigir exame toxicológico para motoristas profissionais

Pela proposta, a pena passará a ser de detenção de seis meses a três anos e multa. O texto altera o Código de Trânsito Brasileiro, que hoje prevê pena de detenção de seis meses a um ano ou multa para a conduta.

O texto também prevê pena de detenção de seis meses a três anos mais multa para a indução de erro – por exemplo, alterando o lugar do acidente – do agente policial, perito ou juiz, no caso de acidente automobilístico com vítima.

+ Caminhões estão proibidos de rodar em rodovias nos feriados de 2016

Hoje essa conduta também é punida com pena de detenção de seis meses a um ano ou multa. A ideia do relator é equilibrar as penas no código, considerando a proporcionalidade e razoabilidade. A proposta ainda será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania e pelo Plenário.

+ Saiba tudo do mundo do transporte e da logística. Curta nossa página no Facebook!

COMMENTS