Braspress admite escassez de profissionais, mas é rígida para contratar motoristas

Braspress admite escassez de profissionais, mas é rígida para contratar motoristas

O Diretor de Operações da Braspress, Luiz Carlos Lopes, contou ao Portal Transporta Brasil o que a empresa espera dos candidatos a motoristas urbanos e carreteiros

Braspress amplia operações no Mato Grosso
Braspress inaugura filial em Barreiras (BA)
Aplicativo para celular indica posto de combustível mais barato da região

baspress luizVia de regra, levamos em consideração, alguns aspectos que julgamos importantes e indispensáveis na avaliação técnica para que o candidato esteja apto à ocupar uma vaga em nosso quadro de motoristas.

Quando categorizados na função motorista urbano, preferimos: experiência comprovada de no mínimo 01 ano, não distinguimos o sexo, já que temos 40% de mulheres em nosso quadro de motoristas, categorização D ou E, idade entre 25 e 45 anos, escolaridade do ensino médio completo. Já para a categoria de motoristas carreteiros, preferimos: experiência comprovada na direção de veículos articulados de no mínimo 3 anos, categoria E, ensino fundamental completo, idade entre 25 e 55 anos.

+ Saiba o que a JSL procura em um motorista (e o que ela não aceita de jeito nenhum)

Consideramos ainda o resultado do exame psicológico / comportamental ( testes diversos), testes de direção e de bancada ( simulador), mais aplicação de exames toxicológicos.

De certa forma, muitos do que elencamos como aspectos que habilitam um candidato a ser contratado pela Braspress para ocupar uma vaga de motorista, nos faz evitar em sua contratação, a negativa ou ausência dos itens avaliados em seu perfil. Outro item importante e excludente é a totalização de pontos/multas, motivados por negligência do mesmo, nas experiências / contratações anteriores, pois é um fator importante e ao mesmo tempo limitante na disponibilidade exigida.

braspress-hub-itajai

Trata-se de uma profissão ícone em nossa atividade, cuja percepção de nosso RH em relação a disponibilidade no mercado tem se mostrado escassa, na medida que a profissão exige cada vez mais, avanços tecnológicos, seja no veículo como em seus periféricos complementares, para o mais seguro desenvolvimento de uma viagem, tais como gestão de riscos, categorias diferenciadas nas diversas especialidades e perfis da carga, integrações e influências fiscais, entre outros.

+ IBEX: o novo operador logístico que aposta em pequenos empreendedores

Produzimos próximo de 1 milhão de entregas a cada mês, nossa frota é de 1 850 veículos, estamos presentes em todo o Brasil com 95 unidades próprias e dedicadas ao negócio Braspress.

+ Fique por dentro de tudo o que acontece no Transporte e na Logística pelo Facebook

COMMENTS