Mais da metade das rodovias brasileiras apresentam problemas para o motorista

Pesquisa CNT ainda revela que 86,5% dos trechos são de pista simples e de mão dupla.

Presidente da CNT defende reajuste do diesel a cada 90 dias
Setor de transportes desaquece e registra pior resultado desde 1996
Pesquisa da CNT aponta que 70% dos empresários do transporte acreditam que crise persistirá

rodovia-buracos-onibus

Quase 60% das rodovias que cortam o país apresentam algum tipo de deficiência. Esse é um dos dados preocupantes revelados pela  Pesquisa CNT de Rodovias 2015, que percorreu e avaliou mais de 100 000 quilômetros de estradas pavimentadas por todo o Brasil.

+ Guia dos Transportadores esclarece novas regras do RNTRC

Da extensão total avaliada na 19ª edição do levantamento, 57,3% apresentaram algum tipo de defeito no estado geral (que inclui a avaliação conjunta do pavimento, da sinalização e da geometria da via), sendo que 6,3% estavam em péssimo estado, 16,1% ruim e 34,9% regular. Possuem condições adequadas de segurança e desempenho 42,7%, que tiveram classificação ótimo ou bom no estado geral.

+ Contran decide suspender obrigatoriedade de chip rastreador de veículos

Quando o assunto é pavimento, 48,6% das vias  apresentaram algum tipo de problema em sua extensão. Já na sinalização,  em 51,4% da extensão avaliada algo estava errado, e a geometria da via em 77,2%.

Os problemas das rodovias brasileiras tornam-se ainda mais graves com a constatação de que 86,5% dos trechos avaliados apresentam rodovias simples de mão dupla.

Acesse aqui a íntegra do relatório

Acesse aqui os principais dados da pesquisa

Acesse aqui as informações específicas de São Paulo

 

COMMENTS