Senado deve proibir venda de bebidas alcoólicas em rodovias federais

Medida vai afetar todo o tipo de estabelecimento ás margens das estradas, incluindo hotéis e restaurantes

Número de adultos que admitem beber e dirigir nas capitais do País cai e atinge 5,9%
Ressaca ou veisalgia: repercussão na direção veicular
Combustível ficou quase 8% mais caro em novembro

bebida-alcoolica-lei

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou nesta semana o um projeto que visa proibir a comercialização de bebidas alcoólicas em condições de pronto consumo nos estabelecimentos situados às margens das rodovias federais.

+ Um em cada três caminhoneiros usa drogas, revela teste inédito no Brasil

A medida, se confirmada, atingirá lojas de conveniência, bares, restaurantes, mercado, hotéis, motéis e qualquer outro tipo de comércio. O objetivo é evitar que motoristas, de qualquer tipo de veículo, tenham acesso às bebidas alcoólicas durante eventuais paradas e voltem a dirigir, gerando o risco de acidentes nas estradas.

+ Ministério Público diz que Lei dos Motoristas triplicou o uso de drogas entre caminhoneiros

O projeto ainda segue em tramitação nas comissões da Casa e só deve ser votado em plenário no ano que vem.

+ Fique por dentro de tudo o que acontece no Transporte e na Logística pelo Facebook

COMMENTS