Quase 80% dos empresários do transporte demitiram em 2015, diz pesquisa

Donos de empresas do seguimento rodoviário são os mais pessimistas em relação ao ano que vem

OSX demite 80 colaboradores do Porto do Açu (RJ)
Maersk reestrutura divisão de contêiner e corta 400 empregos
Gol anuncia fim da WebJet e corte de 850 empregos
interna-lei-motorista-mar15
A Confederação Nacional de Transportes (CNT) fez um levantamento com representantes do setor que apontou que 79,1% dos entrevistados realizaram demissões de trabalhadores neste ano. De acordo com o estudo, o fraco desempenho econômico e a retração da demanda dos setores produtivos têm levado os transportadores a reduzir seus quadros de funcionários.
O levantamento “Sondagem Expectativas Econômicas do Transportador”, realizado anualmente pela CNT desde 2012, entrevistou 713 empresas de todos os modais (rodoviário, ferroviário, aquaviário e aéreo), de cargas e de passageiros.

Segundo a confederação, o estudo revela um quadro de pessimismo e falta de perspectiva de melhoria a curto prazo sobre a economia do país. “O momento é de alerta e inspira cuidados nos diversos segmentos do transporte. No ano passado, os transportadores já não se mostravam otimistas mas, agora, a situação está ainda mais grave”, afirma o presidente da CNT, Clésio Andrade, no levantamento.

+ Ministério Público diz que Lei dos Motoristas triplicou o uso de drogas entre caminhoneiros

Na sondagem, 54% dos entrevistados disseram que deverão ter redução da receita bruta na comparação com 2014. Ainda de acordo com o estudo, 86% dos transportadores entrevistados não confiam na gestão econômica do governo federal e 49% acreditam que o País só voltará a crescer em 2017. Outros 19,6% esperam crescimento somente em 2018.

Cargas

Apenas em relação aos representantes do setor rodoviário de cargas, 57,2% dos entrevistados perceberam aumento do número de casos de roubo de cargas nas áreas em que atuam. Em contrapartida, no modal ferroviário de cargas, 60% das empresas esperam aumento do volume movimentado em 2015 e 2016 e 66,77% das companhias de transporte aéreo estimam elevar o número de passageiros no próximo ano.

+ Um em cada três caminhoneiros usa drogas, revela teste inédito no Brasil

Ao falar sobre crise na economia, infraestrutura e atividade transportadora, os entrevistados também indicaram os principais entraves ao crescimento do setor. Para 67,7%, a elevada carga tributária é um dos principais problemas do setor de transporte.

+ Fique por dentro de tudo o que acontece no Transporte e na Logística pelo Facebook

COMMENTS