Libra Logística passa a transportar contêineres por ferrovia entre as margens do Porto de Santos (SP)

Serviço realizado em parceria com a MRS deve baratear os custos operacionais

Terminal de Contêineres de Paranaguá (PR) bate recorde de movimentação de cargas refrigeradas
Santos Brasil bate novo recorde de produtividade em terminal da baixada santista (SP)
Aliança investe R$ 27 milhões para construção de retroporto em Santa Catarina

libra-mrs-cargasA Libra Logística anunciou que está iniciando sua operação de transporte de contêineres por ferrovia em parceria com a MRS. O serviço logístico será realizado pela unidade multimodal Valongo (Teval), preparada para atender todos os tipos de cargas.

A MRS iniciou no mês de junho o transporte de contêineres por ferrovia entre as duas margens do porto de Santos (Santos e Guarujá). Antes disso, o procedimento era realizado somente por caminhões.

“Estamos no início da operação, mas já realizamos três viagens, com aproximadamente o transporte de 132 TEUs (contêineres de 20 pés) e com potencial para aumentar esse volume”, diz Daniel Brugioni, Diretor Geral da Libra Logística. “A transferência dos serviços para o modal ferroviário torna-se importante porque atualmente o trânsito entre as duas margens do Porto de Santos (Santos e Guarujá) tem encontrado a dificuldade de fluxo e lentidão. Além disso, a opção pelo trem fica 12% mais barata que o caminhão e é ambientalmente mais sustentável”, conclui.

O Teval, que possui 145 mil m², com 115 mil m² de pátio e 6 mil m² de área coberta, está localizado estrategicamente na entrada do Porto de Santos e conta com 800 metros de ramal ferroviário. Atualmente, dos 3 mil contêineres que o Teval opera por mês, 700 são destinados ao Guarujá. A capacidade para transporte ferroviário do Teval entre Santos e Guarujá é mais que o dobro desse volume.

COMMENTS