Embraer e Azul firmam acordo para venda de 30 jatos E195-E2

Embraer e Azul firmam acordo para venda de 30 jatos E195-E2

Contrato está estimado em US$ 3,2 bilhões; primeira entrega está prevista para o segundo trimestre de 2020

Azul investe R$ 821 mi na compra de mais dez jatos Embraer
Aeroporto de Rio branco (AC) terá nova pista e terminal de passageiros ampliado
Últimas quatro aeronaves da Vasp serão leiloadas

embraer-dentro-azul

A fabricante de aeronaves Embraer e a companhia de transporte aéreo Azul chegaram recentemente a um acordo final para a venda firme de 30 jatos E195-E2.

O contrato, anunciado como Carta de Intenções em julho do ano passado, também contempla direitos de compra para 20 jatos adicionais do mesmo modelo, elevando o potencial da encomenda total para até 50 aviões E195-E2.

O contrato para os E-Jets E2 tem valor estimado de US$ 3,2 bilhões pelo atual preço de lista da Embraer, caso todos os direitos de compra também sejam exercidos. Os pedidos firmes serão adicionados à carteira de pedidos da Embraer do segundo trimestre de 2015. A primeira entrega está prevista para o segundo trimestre de 2020.

“A parceria com a Embraer, desde a fundação da Azul, foi decisiva para consolidarmos nosso plano de negócios e assim crescer no mercado de aviação doméstico. Ao escolher aviões construídos e desenvolvidos no País, a Azul contribui para a manutenção e geração de empregos, assim como para o desenvolvimento da economia brasileira”, afirma David Neeleman, CEO da Azul.

Atualmente, a companhia aérea brasileira tem um total de 82 E-Jets em operação e mais seis pedidos em carteira. A empresa opera a maior frota de jatos E195 no mundo.

A primeira entrega de um E-Jet E2 (o E190-E2) está prevista para o primeiro semestre de 2018. O E195-E2 está programado para entrar em serviço em 2019 e o E175-E2, em 2020.

COMMENTS