Usuários de rodovias de SP poderão contar com etiqueta adesiva para pagamento de pedágio

Desenvolvido pela empresa Sem Parar, Sticker tag estará disponível até outubro deste ano

ARTESP firma acordo com o governo do PR para fornecer tecnologia de pagamento eletrônico de pedágio
Soninha Francine: o caminhão não é o culpado pelo congestionamento
Pedágio da BR-116 fica mais caro a partir do dia 2/9

sem-parar-adesivo

Os usuários de rodovias no Estado de São Paulo que utilizam o pagamento eletrônico de pedágio passarão a contar com nova modalidade até outubro de 2015. O novo serviço de pedagiamento eletrônico será o sticker tag, que é uma etiqueta adesiva com as mesmas funções do equipamento que é utilizado atualmente na frequência de 915 MHz.

Atualmente, nos 6,5 mil quilômetros de rodovias sob concessão, cerca de 57% dos pagamentos de pedágio são feitos através do modelo eletrônico.

Há quatro anos, o tag usado nas rodovias paulistas era um de característica de 5,8 GHz e que custava US$ 22. Depois dos avanços e inovações promovidas pelo Governo do Estado de São Paulo, com a mudança de tecnologia para 915 Mhz, o valor foi reduzido para US$ 8. Com o tag em formato de adesivo, o custo final do produto será ainda menor, de imediato com redução de 50% do valor, e cairá ainda mais quando o processo de fabricação estiver consolidado para o mercado nacional, podendo a chegar próximo dos U$ 2.

O tag em formato de adesivo foi desenvolvido pela empresa Sem Parar. A empresa responsável pela certificação do produto foi a NCC Certificações do Brasil Ltda., um centro de certificação oficial autorizado pela ARTESP dentre outros dois disponíveis.

O Sem Parar irá comercializar o sticker tag amplamente para o mercado, de forma que as outras operadoras também poderão oferecer o produto a seus clientes.

COMMENTS