Esquadrão da FAB completa mil horas de voo com aeronaves de caça A-1M

Marca foi alcançada durante uma missão de apoio aéreo aproximado, realizada na Base Aérea de Santa Maria (RS)

Embraer projeta entrega de 700 jatos de até 130 lugares na América Latina em 20 anos
Azul recebe nova aeronave ATR 72-600
TAM decide cortar até 10% das operações domésticas

a1m-fab-aviao

A FAB (Força Aérea Brasileira) informou que o Esquadrão Adelphi completou mil horas de voo com suas aeronaves de caça A-1M.

A marca foi alcançada durante uma missão de apoio aéreo aproximado, realizada no início de março, durante o Exercício Boca do Monte, na Base Aérea de Santa Maria (RS).

Desenvolvido pelo Brasil em parceria com a Itália, o caça A-1 entrou em operação na FAB em 1989. Em setembro de 2013, o Esquadrão Adelphi recebeu o primeiro A-1M, versão modernizada com radar multimodo, novos sistemas de navegação e mira, equipamentos para enganar os sistemas de guiagem de mísseis inimigos e uma cabine mais moderna, entre outras modificações. A modernização é realizada na fábrica da Embraer em Gavião Peixoto (SP).

O Esquadrão Adelphi, sediado na Base Aérea de Santa Cruz, no Rio de Janeiro, recebeu três A-1M. Os Esquadrões Poker e Centauro, ambos da Base Aérea de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, operam as versões A-1A e A-1B.

COMMENTS