DNIT inicia processo de contratação do novo Plano Nacional de Pesagem

DNIT inicia processo de contratação do novo Plano Nacional de Pesagem

Iniciativa prevê 35 PIAFs (Postos Integrados Automatizados de Fiscalização) em todo o País

Caminhoneiros voltam a bloquear rodovias em alguns estados
Força Aérea compra 33 caminhões Ford Cargo
Scania V8 especial 50 anos é sonho de caminhoneiro

rodovia-pesagem-sc

O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) iniciou o processo de contratação do novo Plano Nacional de Pesagem. Estão previstos 35 PIAFs (Postos Integrados Automatizados de Fiscalização) em todo o Brasil.

O novo modelo de fiscalização automatizada foi desenvolvido por meio de uma parceria entre o DNIT e o Laboratório de Transportes e Logística da Universidade Federal de Santa Catarina.

O sistema permite reduzir o tempo de parada dos veículos no processo de coleta de dados para fiscalização. Uma das principais mudanças no novo modelo é a possibilidade do posto operar sem a presença física do agente de trânsito, que passa a exercer suas atividades em Centros de Controle Operacionais.

O controle de peso de veículos será efetuado durante cinco anos nas rodovias administradas pelo Governo Federal em Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Pará, Piauí, Maranhão, Rio Grande do Norte, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

São quatro editais de licitação pelo Regime Diferenciado de Contratações. As aberturas de propostas acontecerão nos dias 4 e 5/12.

Um PIAF compreende a Estação de Controle em Pista, o Posto de Fiscalização e o Controle de Fuga em Pista. Por meio de um sistema de pesagem em movimento, a Estação de Controle seleciona previamente os veículos com indicativo de excesso de peso, de dimensões ou outra irregularidade. Somente nesses casos, o motorista será orientado a entrar no Posto de Fiscalização.

COMMENTS