Setor de implementos rodoviários registra queda de 10,98% no acumulado do ano

Setor de implementos rodoviários registra queda de 10,98% no acumulado do ano

Durante os primeiros nove meses de 2014, empresas produziram 116.976 unidades, sendo que no período de janeiro a setembro de 2013 foram registradas 131.402

Implementos rodoviários registram aumento de 6,89% nas vendas de janeiro a agosto
Indústria de implementos rodoviários registra queda de 34,3% em janeiro
Fabricantes de implementos rodoviários amargam pior quadrimestre da década

caminhao-implemento-granale

De acordo com dados divulgados pela ANFIR (Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários) no início do mês de outubro, o segmento registrou uma queda de 10,98% na produção e nas vendas no acumulado de janeiro a setembro de 2014, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Foram fabricados e entregues ao mercado 116.976 implementos, sendo que nos primeiros nove meses de 2013 foram registradas 131.402 unidades.

Segmento dos pesados (reboques e semirreboques) amargou o maior decréscimo, com a produção de 42.038 unidades, volume 17,85% menor que os 51.174 produzidos no ano passado.

A categoria dos implementos leves (carroceria sobre chassis) recuou 6,59%, consolidando a fabricação de 74.938 produtos, ante 80.228 unidades de janeiro a setembro de 2013.

O setor entende a dificuldade do momento, e enxerga o futuro a curto prazo sem grandes expectativas. A atividade dos fabricantes retrairá neste ano 10% ou mais, conforme projeção da ANFIR.

A retomada de atividade econômica na segunda metade do ano, segundo a associação, poderá encontrar um ambiente favorável aos negócios envolvendo implementos rodoviários. Isso poderá ocorrer muito por conta das medidas de financiamento que o governo federal anunciou há pouco tempo, como a ampliação da parcela financiável de implementos rodoviários no programa PSI/Finame, além da entrada de crédito leasing para implementos, caminhões e outros produtos no programa Procaminhoneiro.

Confira o resultado na tabela abaixo:

anfir-tabela-novemeses

COMMENTS