Roubo de cargas em SP cresce no 1º semestre de 2014

Roubo de cargas em SP cresce no 1º semestre de 2014

Foram registradas 4.300 ocorrências, o que significa um acréscimo de 8,05% na média por mês de incidências em comparação à média mensal do ano anterior

Cobrança do eixo suspenso em SP tem impacto entre 12,5% e 33,3%
Valores de pedágios da Via Dutra serão mantidos
Escalada do dólar pressiona governo a reajustar gasolina e diesel

roubo-cargas-resultados

O roubo de cargas praticado no Estado de São Paulo apresentou um acréscimo significativo de janeiro a junho deste ano, quando comparado com o mesmo período de 2013.

Ao todo, segundo a SSP/SP, a Secretaria de Segurança Pública da unidade federativa, foram registradas 4.300 ocorrências, o que representa uma média mensal de 716,67 incidências e crescimento de 8,05% no índice. No ano passado, foram somados 7.959 casos, o que representou 663,25 ocorrências por mês, em média.

De janeiro a junho de 2014, a Capital somou 2.471 ocorrências (57,47% do total), enquanto a Grande São Paulo acumulou 1.060 (24,65%) e o interior do Estado ficou com 769 (17,8%). Sendo assim, 82,12% dos roubos de carga está concentrado na cidade de São Paulo e demais municípios da Região Metropolitana.

Segundo dados dos DEINTERs (Departamentos de Polícia Judiciária de São Paulo Interior), em relação à localização das ocorrências nessa área, o ranking ficou sendo:

1º Campinas – 268 incidências;
2º Piracicaba – 163;
3º Santos – 146;
4º São José dos Campos – 64;
5º Ribeirão Preto – 63;
6º Sorocaba – 43;
7º Bauru – 11;
8º São José do Rio Preto – 4;
9º Presidente Prudente e Araçatuba– 2.

COMMENTS