Terminal ferroviário de Rondonópolis transporta 6,5 toneladas em oito meses

Com operação de 24h por dia, teve como principal produto de movimentação a soja, com 3,5 toneladas transportadas no período

Terminal de Rondonópolis (MT) poderá movimentar dez milhões de toneladas de grãos em 2014
Brado Logística terá R$ 1 bilhão em investimentos nos próximos cinco anos
ALL inicia transporte de etanol das usinas do Mato Grosso do Sul

ALL-Rondonópolis-terminal

O terminal ferroviário intermodas da América Latina Logística (ALL) na cidade de Rondonópolis (MT) registrou movimentação de cerca de 6,5 milhões de toneladas entre a sua inauguração em setembro de 2013 e maio deste ano. Desta quantia, 3,5 milhões de toneladas transportadas foram compostas apenas por grãos de soja.

Em seus primeiros oito meses de atuação, foram registrados 140 mil caminhões no terminal. A carga que chega é estocada e depois colocada nos trens que seguem para o Porto de Santos (SP). Em média, seis trens com de 80 vagões cada são carregados diariamente.

Cada vagão possui capacidade de abrigar 80 toneladas de grãos, o que equivale à quantidade armazenada em dois caminhões bi-trem. Calcula-se que a ferrovia tire, aproximadamente, mil caminhões das rodovias todos os dias.

O terminal possui sete tombadores que trabalham simultaneamente, o que proporciona uma descarga de 70 caminhões por hora. Além disso, conta com capacidade estática de armazenagem de 60 mil toneladas de grãos.

Nos meses que seguiram após a sua inauguração, a ferrovia aprimorou os processos e hoje opera em 100% de sua capacidade durante 24h por dia. Recentemente, o terminal ferroviário recebeu o certificado GMP+B3, o que comprova o atendimento de normas e padrões internacionais na movimentação de produtos.

De acordo com o gerente de Terminais em Mato Grosso, Ivandro Paim, não foi constatado filas na BR-163 durante essa primeira fase, graças ao Sistema de Agendamento Rodoviário estabelecido no terminal.

COMMENTS