Appa lança edital sobre estudos para novo complexo turístico no Porto de Paranaguá

Com edital lançado nesta quarta-feira (25/06), novo complexo de turismo será feito em parceria com a iniciativa privada

Porto de Antonina (PR) aumenta movimentação em 75% com dragagem
Governo do Paraná torna-se proprietário de duas áreas do Porto de Antonina
Paranaguá (PR) testa carregamento de grãos em ambiente chuvoso

Porto de paranaguá-marina-turismo

A Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) lançou nesta quarta-feira (25/06) o edital de chamamento público para o novo complexo turístico do Porto de Paranaguá. A modernização do porto será feita em parceria com empresas privadas que devem apresentar seus estudos sobre a viabilidade do empreendimento.

Segundo o superintendente da Appa, Luiz Dividino, o novo complexo náutico está de acordo com as orientações do governo paranaense que deseja aumentar a capacidade de investimentos na área de turismo no litoral do Estado.

O projeto prevê 24 novos espaços no setor leste do Porto de Paranaguá, dentre eles um novo Centro Administrativo da Appa, dois prédios operacionais, dois prédios administrativos, uma marina, um terminal de passageiros, heliporto, hotel, restaurante, estacionamento e área de lazer com ciclovia e pista de caminhada.

O plano arquitetônico e conceitual estão concluídos e foram realizados pela empresa Geplarq Arquitetura S/S, vencedora da licitação de setembro de 2013.

Procedimento

O Edital de Chamamento Público 001/2014 poderá ser acessado pelo site da Appa, em que as empresas interessadas deverão se manifestar. Após isso, o processo avança com a exibição do projeto elaborado, em audiência pública. Depois, serão acertados os prazos para as apresentações das propostas.

A manifestação deverá ser formal e consoante ao edital, com a exposição de interesse em desenvolver estudos para ampliação, modernização, convivência e infraestrutura náutica na área traçada para a reformulação do complexo portuário.

A audiência pública acontecerá no dia 28 de julho. Depois dela, se iniciará a entrega dos requerimentos das empresas, com data limite em 15 de agosto. Os projetos deverão estar protocolados até 20 de novembro.

COMMENTS