ANTT apresenta normas de transporte rodoviário internacional para o período da Copa do Mundo

Veículos oriundos de outros países terão cumprir regras para fretamento e movimentação dentro do Brasil

ANTT divulga esclarecimentos sobre registro provisório no RNTRC
Ministério dos Transportes vai privatizar a BR-040
ANTT recadastrou quase 1,3 milhão de transportadores

onibus-intermunicipal-passa

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) apresentou no dia 24/4 medidas que deverão ser adotadas pelos países vizinhos do Brasil em relação ao transporte rodoviário internacional de turistas durante a Copa do Mundo.

“É bom que os turistas e torcedores conheçam as normas existentes de transporte e suas regulamentações, e que eles busquem sempre os serviços que estão legalmente organizados para evitar que sejam barrados nas rodovias e não consigam chegar aos seus destinos”, afirma o diretor de produtos e destinos do Ministério do Turismo, Marcelo Costa.

Conforme o Ministério do Turismo já havia destacado, em portaria (312/2013), as medidas frisam a importância da organização no transporte de turistas. Entre as normas frisadas como obrigatórias pela ANTT estão a tolerância zero para ingestão de álcool por condutores, o respeito à velocidade limite nas rodovias e a proibição de vidros espelhados dos veículos.

A habilitação estrangeira é aceita no Brasil, desde que esteja no prazo de validade e seja indicada qual categoria de veículo o condutor está habilitado.

Apenas os ônibus terão permissão para fazer transporte fretado, sendo que as vans não serão autorizadas a realizar este tipo de movimentação, com exceção na tríplice fronteira e do transporte particular. Neste caso, será necessário apresentar autorização do proprietário para uso de terceiros, documentos que comprovem a propriedade do veículo ou contrato de locação.

COMMENTS