Terminal de carga de Petrolina (PE) realiza primeira operação de importação de cargas

Trabalho envolveu um contêiner de 3,9 toneladas, vindo de trânsito aduaneiro originado no porto de Salvador (BA)

Pista de pouso e decolagem do aeroporto de Salvador (BA) passa por manutenção
Infraero inicia a ampliação do aeroporto de Fortaleza (CE)
Terminal de carga do Aeroporto de Manaus (AM) recebe novo sistema para movimentação de paletes

teca-petrolina-operacao

O Teca (terminal de logística de carga) do Aeroporto de Petrolina/Senador Nilo Coelho (PE) realizou, no dia 19/3, sua primeira operação nas atividades de importação de cargas.

A operação envolveu um contêiner de 3,9 toneladas, vindo de trânsito aduaneiro originado no porto de Salvador (BA).

Segundo a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), o Teca de Petrolina é um elo estratégico para o escoamento da produção da região do Vale do São Francisco, uma das mais importantes produtoras de frutas do país.

Foi gratificante organizar o recebimento da primeira operação de importação do Teca. A preparação, feita em um curto espaço de tempo, foi realizada de forma tranquila e demonstrou as boas condições do aeroporto para cumprir o procedimento”, comentou a funcionária Maria Katiuscia Ribeiro, uma das responsáveis pela organização da operação.

O aeroporto conta com uma das mais extensas pistas de pousos e decolagens do Nordeste – com 3,25 mil metros de comprimento e 45 de largura. Essa estrutura permite ao terminal receber regularmente aeronaves cargueiras de grande porte.

Em 2013, o Teca de Petrolina movimentou 3.345 toneladas de carga, um crescimento de cerca de 7% sobre a movimentação de 2012, de 3.124 toneladas.

O procedimento contou também com a participação da Receita Federal e do Ministério da Agricultura, que estão entre os órgãos atuantes na cadeia de logística de carga.

COMMENTS