Sinotruk conclui projeto de fábrica e planeja entrar em operação até setembro de 2015

Unidade deverá ser construída na cidade de Lages (SC) e receberá investimento inicial de R$ 300 milhões

Foton e governo do RS assinam protocolo para construção de fábrica em Guaíba
Janeiro registra crescimento de 8,85% no emplacamento de veículos
Região Norte lidera em participação de consórcios nas vendas de automóveis e caminhões

sinotruk-a701

A montadora Sinotruk, subsidiária da fabricante chinesa de caminhões CNHTC (China National Heavy Duty Truck Group Corporation) anunciou a conclusão do projeto de sua unidade fabril com a entrega de seu projeto ao MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior).

A empresa planeja entrar em operação com a planta até setembro de 2015, com a produção dos modelos das primeiras unidades da linha A7 como teste. A produção comercial está prevista para o primeiro trimestre de 2016. A unidade deverá ser construída na cidade de Lages (SC) e receberá investimento inicial de R$ 300 milhões.

“A área da unidade fabril, com extensão total de um milhão de metros quadrados, está demarcada e a terraplenagem do terreno deverá ter início nos próximos 60 dias”, dizMarcel Wolfart, gerente geral da Elecsonic, importadora dos caminhões da marca CNHTC.

Primeiramente, a Sinotruk planeja iniciar as operações no local com de montagem CKD, porém, o objetivo é nacionalizar em até 65% a produção de peças e componentes até o fim de 2017.

Pelos planos, até que o projeto da fábrica seja concluído, os cavalos-mecânicos da família A7, modelos 4×2, 6×2 e 6×4, além de componentes do modelo Howo, continuarão a ser importados da China.

Os caminhões da linha A7 continuarão a ser importados pela Elecsonic até o fim do primeiro semestre de 2014. Após essa etapa, a Sinotruk assumirá as importações de veículos até a inauguração da planta.

COMMENTS