Porto Chibatão (AM) investe em ampliação de píer e pátios de armazenamento

Porto Chibatão (AM) investe em ampliação de píer e pátios de armazenamento

Plano de investimento anunciado também prevê a aquisição de quatro guindastes MHC Post Panamax e a construção de uma segunda ponte de acesso

Itajaí (SC) recebe encontro sobre logística em novembro
Amapá cria rota marítima com 150 países
Triunfo Participação e Investimentos apresenta nova empresa de cabotagem: Maestra Navegação

porto-chibatao-am-1302

O Grupo Chibatão, responsável pelo principal porto da Região Norte do País, anunciou nesta terça-feira (18/3) seu Plano de Investimentos 2014/2015. O destaque ficou por conta da ampliação de píer flutuante, passando dos atuais 451 metros de comprimento para 751 metros.

Com a ampliação do píer flutuante, por onde circulam cerca de 80% das cargas importadas ou exportadas pelas fábricas do Polo Industrial de Manaus, será possível operar simultaneamente seis navios contra as quatro embarcações atuais.

O projeto prevê a aquisição de quatro guindastes MHC Post Panamax e a construção de uma segunda ponte de acesso que permitirá reduzir pela metade o tempo de transporte de contêineres entre pátios e navios com a circulação em sentido único de carretas e veículos em cada pista.

Os pátios de armazenamento também estão inclusos no projeto e serão ampliados para 2 milhões de m² de área.

O plano também inclui a aquisição e o início das operações de outros dez guindastes da marca Liebherr para atuar exclusivamente com as cargas de navios de cabotagem. Além disso, duzentas novas carretas e cem novos cavalos mecânicos monitorados por via satélite para o transporte de contêineres serão somados a frota da companhia com a abertura de duas novas empresas, a OGT e a GPT, visando suprir a grande demanda do polo por novos veículos para operar principalmente em turnos noturnos.

COMMENTS