Mercado de implementos rodoviários não registra crescimento expressivo no 1º bimestre

Mercado de implementos rodoviários não registra crescimento expressivo no 1º bimestre

Foram 24.990 unidades vendidas entre janeiro e fevereiro deste ano ante 24.934 produtos comercializados nos dois primeiros meses de 2013

Indústria de implementos rodoviários reage e reduz perdas de 2012
Fabricantes de implementos comemoram 15 mil vendas em outubro
Direto da Redação – TV Transporta Brasil – edição nº 9

implements-rodoviarios-fabr

Um balanço divulgado pela ANFIR (Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários), a indústria de implementos rodoviários, no primeiro bimestre de 2014, registrou resultado similar ao mesmo período do ano passado. Ao todo foram 24.990 unidades vendidas entre janeiro e fevereiro deste ano ante 24.934 produtos comercializados nos dois primeiros meses de 2013, o que representa diferença positiva de apenas 0,22%.

Segundo a associação, janeiro e fevereiro tiveram resultado artificialmente elevado por conta das vendas que foram realizadas com processos de pedido de financiamento junto ao BNDES iniciados em novembro e dezembro.

“Isso ocorreu porque as empresas buscaram garantir a taxa de juros vigente em 2013 que é inferior a desse ano”, explica Alcides Braga, presidente da ANFIR, se referindo à taxa, que no segundo semestre de 2013 era de 4%, mas foi elevada para 6%. “Dessa forma, temos um efeito distorcido que não revela a realidade atual do setor que poderemos vislumbrar com mais precisão a partir da consolidação do primeiro trimestre”, afirma Braga.

A associação acredita que aproximadamente 50% das vendas efetuadas no bimestre tenham sido negócios que foram iniciados em novembro e dezembro, ainda com a taxa de juros de 4% ao ano.

A expectativa da entidade para 2014 é que o setor deverá registrar retração no desempenho de cerca de 5%.

No segmento Pesado (Reboques e semirreboques) foram vendidas 9.407 unidades nos dois primeiros meses do ano, o que representa crescimento de 1,59% sobre o mesmo período de 2013. No segmento Leve (Carroceria sobre chassis), a indústria comercializou 15.433 unidades, o que representa retração de 0,61%.

COMMENTS