Sobe índice de acidentes em rodovias federais, mas cai número de feridos e mortos

Sobe índice de acidentes em rodovias federais, mas cai número de feridos e mortos

Acréscimo em 2013 foi de 1,07%, o que representa 186.474 ocorrências ante 184.494 em 2012; número de vítimas fatais cai 2,83%

MAN comemora a chegada de seus primeiros veículos ao Peru e Uruguai
Mercedes-Benz vende 115 caminhões para a Camargo Corrêa
Revista Rodovia Brasil e Portal Transporta Brasil testam o caminhão Atego 3030 da Mercedes-Benz

ccr-rodovia-ms

A Polícia Rodoviária Federal informou que, no ano passado, houve um acréscimo de 1,07% no número de acidente com automóveis nas rodovias federais brasileiras. Ao todo, foram registrados 186.474 ocorrências, sendo que em 2012 foram 184.494. Apesar do leve crescimento, a quantidade de feridos e mortes apresentou queda.

Foram 8.415 vítimas fatais nas rodovias federais no ano passado, 2,83% a menos que os 8.660 mortos em 2012. No caso dos acidentados feridos, foram somados 103.559, número 0,79% menor que o do ano anterior.

Minas Gerais e Bahia são os estados com os maiores números de casos de acidentes graves. Aproximadamente 30% do total de mortes nas estradas são oriundas das duas unidades federativas.

“Procuramos focar na fiscalização, e aumentamos o número de autuações nos três casos mais problemáticos: por ultrapassagem, aumento de velocidade e falta do cinto de segurança. Por outro lado, percebemos que já existe maior conscientização dos motoristas, principalmente no que diz respeito a conduzir o veículo alcoolizado”, disse Stênio Pires, chefe da Divisão de Planejamento Operacional da Polícia Rodoviária Federal.

Os dados sobre condutores de motocicletas são preocupantes, pois, segundo a Polícia, a chance um motociclista morrer é cinco vezes maior. Em 2013, houve 32.936 acidentes com motos nas rodovias federais, e um total de 1.620 mortes de condutores e outros 279 passageiros.

Comparando o número de acidentes e o tamanho da frota (a qual compreende a 81,4 milhões de carros, 7,5% maior que no ano anterior), os dados de 2013 mostram que a diminuição de acidentes, mortos e feridos foi ainda maior. Em 2013, foram anotados 2.359 acidentes para cada um milhão de carros, valor que diminuiu 6,03% na comparação com os dados do ano anterior. O índice de feridos foi de 1.310 para cada um milhão de carros. Isso significa queda de 7,7% na quantidade. A quantidade de mortos ficou em 106 por milhão (queda de 9,6%).

COMMENTS